São Miguel do Oeste - 28/05/2018 11:53 (atualizado em 28/05/2018 13:34)

Com acolhimento gratuito, Casa de Apoio de São Miguel do Oeste se mantém com doações

Entidade está em novo endereço, na Rua 21 de Abril, no Bairro São Gotardo, próximo ao Hospital Regional
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Presidente do Instituto Terezinha Gaio Basso, Cris Zanatta / Foto:Silvana Toldo Ruschel / 103FM
Casa de Apoio está em novo endereço / Foto: Marcos Lewe / 103FM

O Instituto Terezinha Gaio Basso (Casa de Apoio) faz o acolhimento de familiares de pacientes internados no Hospital Regional do Extremo-Oeste. A entidade se mantém com doações da comunidade e prefeituras da região da Ameosc (Associação dos Municípios do Extremo-Oeste). 

Localizada a poucos metros do Hospital Regional, a Casa de Apoio abriga cerca de 15 pessoas por dia, mas tem capacidade para atender até 50 pessoas. O atendimento é totalmente gratuito e envolve hospedagem e alimentação, como forma de auxílio às pessoas que acompanham parentes e amigos em tratamento de Saúde nesta cidade.

A presidente da Casa de Apoio, Cris Zanatta, participou do Programa Atualidades da 103FM nesta segunda-feira (28) e destacou que tendo em vista a implantação da oncologia, que será feita em breve, a estimativa é de que mais pessoas precisem utilizar os serviços prestados pela entidade e por isso era necessário um local maior e a entidade alugou uma nova casa, com dois pisos, com ambientes distintos para homens e mulheres, na Rua 21 de Abril, no Bairro São Gotardo, próximo ao hospital.

Fundada em 2011, a Casa de Apoio é mantida por voluntários do município, por meio de doações da comunidade em geral. De acordo com Cris Zanatta, é graças ao empenho e colaboração das pessoas que a casa tem sido mantida de portas abertas. 

VEJA MAIS IMAGENS
Fonte: Redação WH Comunicações
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...