Melhor do Mundo - 09/01/2017 17:26 (atualizado em 09/01/2017 17:46)

Cristiano Ronaldo é o melhor do mundo pela quarta vez

Atacante do Real Madrid venceu o prêmio da Fifa, que teve ausência de Messi
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
O atacante do Real Madrid, Cristiano Ronaldo, chega para a cerimônia de premiação de Melhores do Mundo da FIFA, realizada na Suíça - 09/01/2017 (Arnd Wiegmann/Reuters)

Não é segredo para ninguém: Cristiano Ronaldo trabalha incessantemente, desde o início de carreira, para ser o melhor jogador do mundo. E conseguiu novamente, pela quarta vez. O craque português do Real Madrid coroou uma temporada de sonho – com direito a títulos europeus pelo Real Madrid e pela seleção portuguesa, além do Mundial de Clubes – com o renovado prêmio The Best, da Fifa, em cerimônia realizada em Zurique, na Suíça, na tarde desta segunda-feira. Lionel Messi, ausente na festa, e Antoine Griezmann, completaram o pódio dos melhores de 2016.

Esta foi a primeira festa da Fifa desde o fim da parceria de sete anos com a France Football. A revista francesa voltou a entregar a Bola de Ouro de forma independente, também com Cristiano como vencedor. O craque português foi à Zurique acompanhado da nova namorada e recebeu, orgulhoso, o novo troféu de melhor do mundo, cujo formato em nada lembra a antiga Bola de Ouro.

Em seu discurso, Cristiano Ronaldo afirmou que gostaria que Messi estivesse no evento, mas disse entender o motivo da ausência do argentino – o Barcelona tem jogo decisivo quarta-feira pela Copa do Rei. “O ano de 2016 foi o melhor ano da minha carreira, foi magnífico, maravilhoso”, completou o craque português.

Cristiano já havia conquistado o prêmio de melhor do mundo em 2008, 2013 e 2014 e mais uma vez superou seu eterno rival e pentacampeão Lionel Messi. O francês Antoine Griezmann, do Atlético de Madri, estreou na festa de gala e foi o terceiro colocado, depois de um ano marcado por dois vice-campeonatos, na Euro e na Liga dos Campeões, ambas em finais contra Cristiano Ronaldo. O brasileiro Neymar, terceiro colocado no ano passado, não esteve entre os finalistas de 2016, apesar do sucesso na Olimpíada do Rio.

A festa teve ainda alguns momentos emocionantes, como a lembrança ao ex-lateral-direito brasileiro Carlos Alberto Torres e ao holandês Johan Cruijff, mortos em 2016.  

A equipe da Chapecoense, vítima de um acidente aéreo no final do ano passado que matou quase todos seus jogadores, foi homenageada indiretamente durante a premiação.  Pelas inúmeras homenagens que fez ao clube brasileiro após o desastre, o Atletico Nacional, da Colômbia, levou o troféu Fair Play.

O Brasil foi citado outras vezes. Falcão, o maior jogador da história do futsal, teve um vídeo com alguns de seus lances exibido e foi bastante aplaudido pelos convidados quando subiu ao palco. “Eu estou aqui com 39 anos sabendo que o que eu fiz durante toda a carreira valeu a pena. Sabendo que hoje estou representando o meu país, o meu esporte”, disse o atleta.

Os vencedores de 2016:
Melhor do mundo (futebol masculino): Cristiano Ronaldo
Melhor do ano (futebol feminino): Carli Lloyd, dos EUA
Melhor treinador (masculino): Claudio Ranieri, do Leicester City
Melhor treinadora (feminino): Silvia Neid, da seleção alemã
Prêmio Puskás (gol mais bonito): Mohd Faiz Subri, da Malásia
Equipe ideal: Neuer; Daniel Alves, Piqué, Sergio Ramos e Marcelo; Modric, Kroos e Iniesta; Messi, Suárez e Cristiano Ronaldo.

Fonte: Veja
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...