BOLA DE LUTO - 10/06/2018 07:12 (atualizado em 11/06/2018 10:26)

Teixeirinha, o maior craque do futebol catarinense, morre aos 95 anos

Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
O ídolo na sala onde guardava suas relíquias, com a grande amiga em lugar de destaque Foto: Alvarélio Kurossu / Agencia RBS

O ex-jogador Teixeirinha, considerado o maior craque do futebol catarinense, morreu neste sábado (9), aos 95 anos, de Alzheimer. Nascido em Tubarão, Nildo Teixeixa de Melo brilhou no Botafogo no final dos anos 1940, formando um ataque de respeito com Heleno de Freitas, Santo Cristo, Otávio e Geninho. Começou a carreira no extinto Brasil, de Blumenau, e atuou também pelo Carlos Renaux, de Brusque. Chegou a vestir as camisas de Avaí, Figueirense e Marcílio Dias, em amistosos contra grandes clubes nacionais.

Depois de deixar o alvinegro carioca, Teixeirinha retornou a Santa Catarina, mas não por muito tempo: em 1949, convencido por Ondino Vieira, seu ex-técnico no Botafogo, voltou ao Rio de Janeiro para defender o Bangu. Lá, fez parte do combinado com o São Paulo que viajou para uma excursão de três meses por 11 países pela Europa, onde brilhou em partidas como a goleada aplicada sobre o Sporting, de Lisboa, em que marcou três gols da vitória por 4 a 1. De 1944 a 1960, marcou seu nome em 21 partidas pela seleção catarinense.

Em 2013, em comemoração aos 90 anos de Teixeirinha, o Diário Catarinense visitou o craque em sua casa, em Balneário Camboriú. Mesmo já afetado pela doença, Teixeirinha não deixou de expressar a paixão pela bola, definida como "minha grande amiga" em um quadro na sala em que guardava recordações de sua bem-sucedida passagem pelos gramados.
Fonte: DIário Catarinense
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...