3 x 0 - 10/06/2018 13:56 (atualizado em 11/06/2018 10:51)

No último teste antes da Copa, Brasil goleia a Áustria em Viena

Gabriel Jesus, Neymar e Philippe Coutinho fizeram os gols brasileiros
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!

Coutinho (E) foi o destaque na goleada brasileira Foto: Joe Klamar / AFP

A Seleção Brasileira está pronta para furar retrancas na Copa do Mundo. No último teste antes do Mundial, o time de Tite goleou a Áustria por 3 a 0 em Viena na manhã deste domingo (10). Depois de um primeiro tempo burocrático, a Seleção se soltou na etapa final, aproveitou o cansaço do adversário e garantiu uma vitória tranquila com gols dos seus principais homens de frente: Gabriel Jesus, Neymar e Philippe Coutinho. Agora, o foco está totalmente voltado para a Copa. Em uma semana, os suíços serão os adversários da Seleção na primeira rodada do Grupo E.

Nos primeiros minutos de jogo, a Seleção tinha certa dificuldade para manter a posse de bola. Era a Áustria que trocava passes, apesar de também não ter efetividade na criação. Quando o Brasil tinha a bola e ultrapassava a pressão na marcação inicial, o 3-4-3 austríaco se transformava em um paredão com uma linha de cinco e um bloco de outros cinco logo à frente — Arnautovic era o mais avançado na espécie de 5-4-1.

A primeira grande chance do Brasil foi aos sete minutos. Willian ajeitou para Casemiro. De fora da área, na intermediária direita, o volante deu uma bomba com a perna direita. A bola tocou a rede pelo lado de fora.

Aos 11, novamente Casemiro esteve envolvido em um lance ofensivo brasileiro. Neymar recebeu pela esquerda, dançou à frente da zaga e cruzou. O volante tentou o cabeceio, mas estava desequilibrado e não gerou perigo. Aos 17, a Seleção retomou a posse no campo de ataque. Neymar recebeu, girou e bateu, mas Lindner pegou com tranquilidade no meio do gol.

O primeiro chute a gol da Áustria foi aos 18. Schalager emendou um bonito chute após rebote de escanteio. Alisson apenas acompanhou a bola correr ao lado da trave. Um minuto depois, os austríacos levaram mais perigo. Alaba cruzou à meia altura. A bola passou por Arnautovic, e Schöpf conseguiu desviar, mas sem força suficiente para direcioná-la ao gol. A pressão vermelha gerou uma nova chance logo em seguida. Arnautovic recebeu na área, aos 21, e chutou mascado, por cima do travessão.

Aos 24, a Seleção voltou a assustar com um chute de fora. Philippe Coutinho limpou da esquerda para o meio e bateu rasteiro, no canto. Lindner precisou se esticar para defender com a ponta dos dedos. Aos 32, o Brasil chegou em sequência com força. Primeiro, Paulinho errou o passe na área. Mas Marcelo recuperou a bola e tentou o cruzamento, que foi desviado pela zaga. No escanteio, Thiago Silva ganhou pelo alto, mas tocou com o ombro na bola para a linha de fundo. Dois minutos mais tarde, uma jogada de Neymar resultou na finalização de Paulinho, desviada para escanteio.

Na sequência da cobrança, surgiu o primeiro gol do Brasil, aos 35 minutos. Marcelo arriscou de longe, a bola desviou na área e sobrou para Gabriel Jesus, em posição de impedimento não marcado. O centroavante tirou do goleiro com classe, de lado de pé, e mandou no canto. 1 a 0.

No segundo tempo, o Brasil chegou bem aos seis minutos. Willian recebeu pela direita em um contra-ataque, mas a bola ficou presa na defesa austríaca _ o meia-atacante brasileiro cometeu falta na sequência. O clima ficou tenso aos 10 minutos. Prödl e Schöpf deram entradas fortes em Neymar e Philippe Coutinho. Casemiro ficou irritado e foi para cima dos austríacos.

Aos 16, logo depois das primeiras substituições de Tite, Coutinho voltou a criar uma boa chance. Bateu de longe, pelo meio, para nova defesa de Lindner.

A genialidade de Neymar finalmente surgiu aos 17 minutos. O craque recebeu lançamento de Willian na área. Parou à frente de Dragovic, driblou e deixou o zagueiro austríaco no chão. Depois, só teve o trabalho de limpar o goleiro e aumentar o placar.

Aos 19, um novo contra-ataque foi puxado por Danilo. Willian rolou de letra para Paulinho, mas o volante chutou em cima do goleiro.

Aos 23, o melhor jogador brasileiro em campo deixou a sua marca. Philippe Coutinho fez uma linda tabela com Firmino. O meia do Barcelona tocou de letra, recebeu na frente em velocidade e tirou do goleiro. O 3 a 0 transformava a vitória em goleada. Aos 28, Coutinho voltou a levar perigo com uma finalização da beira da área que explodiu no travessão.

A grande chance austríaca foi aos 35. Hierlander, que havia entrado pouco antes, arriscou de fora e forçou Alisson a fazer sua principal aparição no jogo. Na sequência, o Brasil atacou com perigo, mas Roberto Firmino desperdiçou o ataque dentro da área.

A Seleção ainda voltou a criar com Douglas Costa, que entrou bem no lugar de Neymar, antes do árbitro apitar e encerrar o último passo brasileiro antes do Mundial.

Fonte: Diário Catarinense
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...