NOVO CAPÍTULO - 03/09/2018 13:53 (atualizado em 03/09/2018 14:05)

Decisão judicial pode permitir que Guerrero volte a atuar ainda em 2018, diz jornal peruano

Jogador seria beneficiado por entendimento do Tribunal de Bruxelas, que considera ilegal a submissão de jogadores e clubes ao TAS
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
El Bocón / Reprodução

O portal de esportes do Peru "El Bocón" publicou nesta segunda-feira que há uma esperança real para que Paolo Guerrero volte a jogar futebol ainda em 2018. Conforme a publicação, o Tribunal de Recursos de Bruxelas declarou a ilegalidade das cláusulas de submissão de clubes e atletas ao TAS da Fifa, Uefa e todas as suas federações membros.

Conforme o portal, esta ilegalidade indica que, com base no artigo 6º da Convenção Europeia dos Direitos do Homem, e no artigo 47º da Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia, são violados por disposições de arbitragem. Dentro disso, qualquer clube ou atleta que tenha sido afetado por decisões da Fifa ou da Uefa poderá recorrer de tal decisão junto à Justiça de seu país. Assim, de acordo com a publicação, como Guerrero está liberado pela Fifa para atuar (e não pelo TAS) ele poderia se aproveitar dessa brecha legal para estrear pelo Inter ainda em 2018. 

Segundo o jornal espanhol "IUSport", o TAS considera que as federações internacionais se baseiam nas federações nacionais para a implementação dos regulamentos, pode processar as federações nos tribunais locais a participar da sentença. Assim, Guerrero poderia se defender em um tribunal peruano, afiliada à Fifa, e porque ele foi punido justamente em uma partida da seleção peruana contra a seleção argentina.   

Guerrero segue no Peru, onde já se reuniu com autoridades locais e até mesmo com o presidente do país, a fim de tentar reverter a sua suspensão por doping, que no momento vai até 23 de abril. 

Fonte: Gaúcha / ZH
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...