VOLTA POR CIMA - 03/01/2017 16:44

Mulher emagrece 60 kg após descobrir que o marido e a amante a chamavam de gorda

Norte-americana de 34 anos mudou a alimentação e passou a fazer exercícios físicos para melhorar a autoestima e construir uma vida nova
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Foto: Reprodução / Facebook / Facebook

A vida de Betsy Ayala, 34 anos, mudou radicalmente após o nascimento de sua filha, em 2013, quando chegou a pesar 118 kg na gravidez. A norte-americana, que mora no Texas, nos Estados Unidos, foi surpreendida com traição do marido seis meses depois de dar à luz. Ela encontrou uma troca mensagens dele com a amante onde a chamavam de gorda.

Em vez de sofrer com as ofensas e a traição do marido, Betsy deu a volta por cima. Em entrevista ao jornal britânico Daily Mail, a mulher, que agora está separada, conta que passou a fazer exercícios físicos e trocou os lanches açucarados que comia por shakes saudáveis.

— Eu chorava depois de cada treino. Então, decidi que iria mudar por mim e para a minha filha. Queria que ela tivesse orgulho de mim. 

Betsy perdeu 60 kg desde que passou a cuidar da alimentação e a praticar exercícios com frequência. Agora, acredita que a traição do ex-marido acabou lhe favorecendo, pois encontrou ânimo e força para construir uma nova vida.

— Não sabia o que fazer naquele momento. Eu pesava mais de 118 kg e estava com um bebê de seis meses. Agora eu sinceramente sinto que o que ele fez foi uma bênção, porque caso contrário eu ficaria daquele jeito para sempre — afirma.

Segundo ela, o relacionamento do casal, que durou 14 anos, sempre foi bastante tenso e a situação piorou quando Betsy teve depressão pós-parto.

— Eu não conseguia dormir e não tinha nenhum desejo de viver, mas eu tinha um recém-nascido, então foi uma época muito difícil — relembra.

O conflito com a balança começou ainda na adolescência, quando chegou a pesar 95 kg, devido aos problemas de ansiedade.

— Sempre fui a garota gordinha, nunca fiz esportes ou atividade física. Em vez de lidar com a fonte do problema, eu comia. Então, cada vez que ficava ansiosa e comia mais um pouco, se transformando em um ciclo vicioso.

Agora, Betsy faz questão de mostrar a sua boa forma nas redes sociais para motivar outras mulheres.

— Estou mais feliz e confiante e, acima de tudo, sou uma pessoa positiva. 

Fonte: Diário Catarinense
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Entre em contato com a WH3
600

Rua 31 de Março, 297

Bairro São Gotardo

São Miguel do Oeste - SC

89900-000

(49) 3621 0103

Carregando...