Sistema Prisional - 06/01/2017 11:02 (atualizado em 06/01/2017 11:10)

Governo de Roraima confirma 33 presos mortos em penitenciária

Grupo deixou celas por volta das 2h30min e iniciou chacina, segundo Folha de S. Paulo
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
IML entrou no presídio para buscar corpos (Foto: Inaê Brandão/G1 RR)

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) de Roraima confirmou nesta sexta-feira a morte de 33 detentos na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), na zona rural de Boa Vista. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, um grupo de presos deixou as celas e iniciou a chacina por volta das 2h30min. A secretaria informou que equipes do Batalhão de Operações Especiais (Boe) e da Polícia Militar (PM) estão na unidade e que os presos já foram colocados nas celas. 

As autoridades estaduais ainda não divulgaram detalhes sobre o que aconteceu. De acordo com a imprensa local, que divulgou imagens como sendo de hoje, presos podem ter sido decapitados.

O Pamc é o maior presídio de Roraima. No ano passado, disputas entre o Primeiro Comando da Capital (PCC) e o Comando Vermelho (CV) causaram a morte de 18 detentos na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo e na Penitenciária Ênio dos Santos Pinheiro.

As mortes ocorrem na mesma semana em que 60 presos foram assassinados em estabelecimentos prisionais do Amazonas e um dia após o governo federal lançar o Plano Nacional de Segurança Pública para tentar reduzir o número de homicídios dolosos e feminicídios; promover o combate integrado à criminalidade transnacional e a racionalização e a modernização do sistema penitenciário.


Fonte: Correio do Povo com informações de ABr e Folha de S.Paulo
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3