VIOLÊNCIA DOMÉSTICA - 06/11/2017 15:54

Chapecó registra o sétimo feminicídio

Mulher foi morta com golpes de canivete na manhã desta segunda-feira
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!

Maria Madalena Bueno, de 39 anos, foi morta dentro da própria casa na madrugada desta segunda-feira, no bairro Pinheirinho, em Chapecó. De acordo com a Polícia Civil trata-se de um feminicídio pois o suspeito do crime é o marido dela. Vizinhos chamaram a Polícia Militar que encontraram a vítima já em óbito em virtude de ferimentos de faca.

Vizinhos teriam ouvido uma briga e visto um homem fugir de bicicleta.

- A autoria é certa e estamos em busca do suspeito que é considerado foragido – disse o delegado da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso, Rodrigo Moura, em entrevista à NSC TV.

Esse é o sétimo caso de feminicídio registrado no ano, o que surpreende a própria polícia.

- Infelizmente tem sido um caso comum em Chapecó, inclusive na presença dos filhos – disse.

Moura disse que surpreende que em nenhum dos caso havia registro de boletim de ocorrência ou contato com a polícia. Ele orienta que as vítimas de violência doméstica busquem apoio, tanto pessoalmente como por telefone ou pela internet.

O delegado regional, Wagner Meirelles, reconheceu que o número é negativo mas ressaltou que a polícia solucionou todos os casos. Em cinco deles o autor está preso, num deles o próprio autor cometeu suicídio e o único caso em que está foragido é o ocorrido nesta segunda-feira.

Fonte: Diário Catarinense
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3