ADOÇÃO - 04/05/2018 13:21 (atualizado em 04/05/2018 15:42)

Encontro bimestral do Geama teve troca de experiências e homenagens para as mães

Dinâmica em grupo também foi realizada e debatida, servindo como reflexão de vida
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Rosiane Poletto/WH Comunicações

Na noite de quinta-feira (3) os membros do Grupo de Estudos e Apoio à Adoção de Maravilha (Geama) se reuniram para reunião bimestral. A presidente, Noeli Savegnini Fiorini, iniciou agradecendo o trabalho realizado pela agora vice-presidente, Sirlei Gheno, e reforçou que o objetivo é dar continuidade ao mesmo, melhorando sempre com a colaboração de todos os participantes do grupo.

Após, foi realizada homenagem às mães, seguida de dinâmica em grupo e debate sobre a mesma, que serviu como reflexão de vida. Seguindo o encontro, a proposta da noite foi uma roda de conversa, quando os pais abordaram como foi o processo de adoção, seus medos e conquistas, enfim, o processo como um todo. Os relatos emocionaram a todos.

Na oportunidade, as crianças, assistidas por pedagogas voluntárias, homenagearam as mães com apresentação e desenhos, estes que puderam ser levados para casa, como lembrança.

Seminário Catarinense de Acolhimento Institucional e Familiar

Sirlei falou sobre a participação de representantes do Grupo de Estudos e Apoio à Adoção de Maravilha (Geama), administração municipal e Poder Judiciário de Maravilha no 3º Seminário Catarinense de Acolhimento Institucional e Familiar, realizado em Florianópolis nos dias 26 e 27 de abril. O evento teve como objetivo aprofundar o conhecimento acerca dos serviços de acolhimento institucional e familiar em Santa Catarina e compartilhar as experiências construídas no Estado, garantindo seu reordenamento e efetiva qualidade nos serviços prestados.

A programação incluiu conferências, debates, mesas-redondas e palestras. O Programa de Apadrinhamento Afetivo: concepções e socialização de experiência, foi apresentado, assim como o assunto Experiências Municipais nos Serviços de Acolhimento Institucional e Familiar, com o tema Construção da História de Vida das Crianças e Adolescentes ficando a cargo de Maravilha.

Sirlei comentou que o objetivo principal foi atingido, que era divulgar o Apadrinhamento Afetivo. “Como Grupo de Apoio à Adoção, nossa função primordial é ajudar as crianças e adolescentes que estão nas instituições, principalmente aqueles com remota possibilidade de adoção, que é o que o apadrinhamento proporciona, o contato familiar. Isso inclusive está garantido pela Constituição Federal e pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, que em seu artigo 19 estabelece que ‘toda criança e adolescente tem direito a ser criado e educado por sua família e, na falta desta, por família substituta’”, enfatiza.

Ainda sobre os objetivos, Sirlei explica que muita informação pôde ser trocada. “O objetivo é que mais municípios implantem o programa Apadrinhamento Afetivo e que mais crianças possam estar no convívio familiar. Valeu a pena, pois no decorrer do curso as pessoas vinham até nós para conseguir mais informações sobre o programa”, finaliza.

VEJA MAIS IMAGENS
Fonte: Rosiane Poletto/WH Comunicações/Ascom Geama
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Entre em contato com a WH3
600

Rua 31 de Março, 297

Bairro São Gotardo

São Miguel do Oeste - SC

89900-000

(49) 3621 0103

Carregando...