santa catarina - 11/06/2018 19:28 (atualizado em 12/06/2018 08:26)

Desde março, três presos foram soltos por falta de vagas em SC

Em março houve duas situações semelhantes. Um homem detido pela PM no dia 20 daquele mês acabou solto por falta de vagas no presídio de Florianópolis
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Penitenciária da Capital, na Agronômica: complexo mais uma vez está superlotado (Foto: Agência NSC)
Mais um foragido da Justiça recapturado pela polícia é solto por falta de vagas. Desta vez, foi em Biguaçu, na tarde de domingo, onde um homem de 31 anos com mandado de prisão por furto e roubo acabou liberado após ser autuado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).
O homem se identificou com nome falso ao ser abordado, na frente da PRF. Ele foi levado para a central de polícia em São José e em seguida à Polícia Federal, na Capital.
Em nota, a PRF informou que foi lavrado termo circunstanciado pelo crime de falsa identidade e que depois disso policiais o conduziram à penitenciária da Capital, "onde um agente do Deap comunicou que o espaço estava com lotação máxima e havia a determinação para não receber mais detentos".
“Após aproximadamente quatro horas sendo conduzido aos diferentes locais apontados, esgotadas as possibilidades viáveis de cumprimento do mandado de prisão e não cabendo à Polícia Rodoviária Federal a custódia de pessoas presas, conforme orientação da Consultoria Jurídica da União, o homem foi colocado em liberdade”, disse a PRF.
Em março houve duas situações semelhantes. Um homem detido pela PM no dia 20 daquele mês acabou solto por falta de vagas no presídio de Florianópolis.
Antes, no dia 11 de março, em Imbituba: um homem de 24 anos, condenado a 11 anos e sete meses de prisão foi liberado por falta de vagas na unidade prisional avançada local.
O que chama a atenção é que nos últimos meses autoridades haviam criado um grupo para monitorar casos de dificuldades de falta de vagas.
Secretário se reúne com comando da PRF
Na tarde desta segunda-feira o secretário da Justiça e Cidadania, Leandro Lima, esteve com o superintendente da PRF em SC, inspetor Carlos Magno da Cruz Júnior.
A reunião foi na secretaria e tratou de ajustes e encaminhamentos de soluções. Também participaram o diretor do Departamento de Administração Prisional (Deap), Deiveison Querino Batista, a gerente de execuções penais do Deap, Marta Ambrósio, e o assessor da PRF, Luis Carlos Padilha.
Fonte: Diário Catarinense
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Entre em contato com a WH3
600

Rua 31 de Março, 297

Bairro São Gotardo

São Miguel do Oeste - SC

89900-000

(49) 3621 0103

Carregando...