MOBILIZAÇÃO DOS CAMINHONEIROS - 18/02/2015 15:20 (atualizado em 19/02/2015 14:15)

Paralisação gera filas quilométricas em São Miguel do Oeste

Motoristas do Extremo-oeste estão aderindo ao movimento nacional, que não tem previsão para terminar
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Foto: Keli Fernandes/ O Líder

Atualizada às 11h40 da quinta-feira (19)

Motoristas do Extremo-oeste aderem, desde esta quarta-feira (18) ao movimento nacional para fechar as rodovias e paralisar as atividades. Segundo o coordenador em São Miguel do Oeste, Junior Bonara, o objetivo da manifestação pacífica é chamar a atenção do governantes e das lideranças para as condições precárias de trabalho da classe, além do aumento abusivo dos combustíveis e dos pedágios, enquanto os preços dos fretes continuam estagnados. Conforme Bonara, os motoristas também pedem melhores condições das estradas brasileiras e dos pontos de paradas, onde os postos tem condições precárias e, nos melhores, um banho chega a custar R$ 10.

Ontem, no trevo de acesso a BR-282 em São Miguel do Oeste, os motoristas foram convidados a aderirem à paralisação e o trânsito ficou fechado por duas horas, sendo liberado por uma hora e fechado por mais duas, assim consecutivamente. 

Já nesta quinta-feira (19), a paralisação é total. Só são liberados carros de passeio, de serviços de saúde e seguranças, coletivos e transportadores de cargas vivas. Câmaras frias já não são mais liberadas. A partir das 17h, cargas vivas também não poderão passar. Para os outros veículos de carga, o trânsito está totalmente interrompido. 

O coordenador na região explica ainda que motoristas que estão chegando em casa serão liberados, porém quem está saindo para carregar não passará e por isso, a orientação, é permanecer em casa. 

O manifesto começou em todo o país nesta quarta-feira e algumas das principais rodovias federais estão fechadas, entre elas a BR-163, desde o Rio Grande do Sul até o Mato Grosso. Na região, ainda a pontos de paralisação em Palmitos e Dionísio Cerqueira.

Filas e organização em São Miguel

Com o fechamento da rodovia deste a tarde desta quarta-feira (18), filas quilométricas se formam em todos os sentidos das rodovias BRs 163 e 282 e da SC-163, além do perímetro urbano, nas Ruas Waldemar Ragrab e Willy Barth. Na Willy Barth são mais de três quilômetros de filas na manhã desta quinta-feira (19), chegando ao Bairro Andretta, com o trânsito em apenas uma pista.

A coordenação do movimento pediu na manhã de hoje apoio da população e sociedade organizada para doação de água e alimentos, já que muitos motoristas foram pegos sem suprimentos em seus caminhões e no locais de paralisação há pouco acesso a comércio e postos de combustíveis. A coordenação também pediu apoio da Prefeitura de São Miguel do Oeste para que seja liberado o Parque Rineu Gransotto, especialmente estacionamento e banheiros, onde o grevistas serão acomodados. Ainda não há uma posição da prefeitura sobre o caso.

Mais informações em breve.

Foto: Keli Fernandes/ O Líder

Foto: Keli Fernandes/ O Líder
VEJA MAIS IMAGENS
Fonte: Jornal O Líder / Keli Fernandes
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...