MOVIMENTO DOS CAMINHONEIROS - 06/11/2015 10:15 (atualizado em 06/11/2015 11:38)

Líder do movimento confirma paralisação para segunda-feira em toda a região

Vilmar Bonora, concedeu entrevista e confirmou a paralisação para a próxima semana. Informação preliminar é de que os bloqueios devem ser realizados nas divisas dos Estados
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Ouça o áudio:
Líder do movimento confirma paralisação para segunda-feira em toda a região
Entrevista concedida pelo líder Vilmar Bonora à Repórter Camila Pompeo - 103fm
Vilmar Bonora - Foto: Arquivo / O Líder

Está confirmado. Os caminhoneiros de todo o Brasil devem parar na próxima segunda-feira (9), após convocação do Comando Nacional do Transporte. A partir da semana que vem, caminhoneiros autônomos iniciam a greve por tempo indeterminado com pretensão de atingir todo o país. Em postagem feita em sua página no Facebook, o líder do movimento dos caminhoneiros em São Miguel do Oeste, Vilmar Bonora, reiterou o anúncio e fez um chamamento para que toda a população apoie o movimento.

Caminhoneiros preparam paralisação a partir de segunda e cobram renúncia de Dilma

Em entrevista concedida por telefone, Bonora, confirmou o início da paralisação para segunda-feira (9). Segundo Bonora, dessa vez, a pauta não traz reivindicações da categoria. O objetivo do movimento agora é pressionar pela renúncia da presidente Dilma Rousseff. “Está confirmado. O Estado de SC vai aderir, vai ter bloqueios em muitos pontos do Estado. Segunda-feira inicia uma nova guerra em conjunto com a população. Agora é uma pauta única que é a saída do governo, é uma iniciativa dos caminhoneiros, mas a paralisação é do Brasil todo”, informa.

Os pontos de bloqueio, no entanto, devem ser confirmados em reunião marcada para o final da tarde desta sexta-feira (6). Porém, segundo o líder, a probabilidade é de que os bloqueios aconteçam em Dionísio Cerqueira e na divisa com o Rio Grande do Sul. Não estão descartados bloqueios no trevo de São Miguel do Oeste. “Os pontos serão definidos no final da tarde porque ainda não sabemos ao certo. Não sabemos se vamos só parar as entradas dos Estados ou se cada cidade vai fazer seu bloqueio. Acredito que vamos fechar Dionísio Cerqueira, que dá acesso à outros Estados e na divisa com o Rio Grande do Sul. Não se descarta a hipótese de São Miguel do Oeste também ter ponto de bloqueio. Mas vamos evitar para não destruir o trevo do município, não queremos criar um caos no município”, disse.

Em postagem feita em sua página no facebook, o líder do movimento dos caminhoneiros em São Miguel do Oeste, Vilmar Bonora, reiterou o anúncio e fez um chamamento para que toda a população apoie o movimento - Foto: Reprodução

Para aqueles caminhoneiros que estão em viagem, a orientação do comando do movimento é que cheguem aos seus destinos até segunda-feira (9) para não correrem o risco de serem barrados nos pontos de bloqueios espalhados pelo país. Para Bonora, as negociações sobre a retomada do movimento divulgadas há vários dias já deram um aviso prévio de que a paralisação poderia voltar a ser realizada. Dessa forma, a maioria dos caminhoneiros já deve estar fora das rodovias até a data da paralisação. “São Paulo e as outras capitais vão parar, então Santa Catarina vai entrar nessa batalha para derrubar esse governo. Isso vem sendo avisado há uns 20 dias, o Brasil não aguenta mais essa situação. Acredito que segunda-feira os caminhoneiros já estarão em suas casas, então não deve haver movimento de caminhão. É preciso que todo o Brasil coloque a mão na consciência. Isso não é uma paralisação do caminheiro e sim de toda a população. O comércio, a indústria, enfim, todas as categorias tem que juntar força. Não adianta somente os caminhoneiros tomarem a frente”, argumenta.

Combustíveis

Com o anúncio de paralisação nas rodovias, a maioria das pessoas procura rapidamente um posto de gasolina para garantir combustível e não ficar sem. No movimento realizado no início deste ano, longas filas se formaram nas ruas próximas aos postos de combustíveis e, após dias de greve, os postos de São Miguel do Oeste precisaram fechar as portas porque não disponibilizaram mais do produto.

Desta vez, Bonora alerta que a população não precisa se preocupar e correr para os postos. No entanto, o líder do movimento informou que em outros Estados, já há postos sem combustíveis por conta da greve das refinarias. “A população não precisa se desesperar, ir correndo abastecer. Não queremos prejudicar ninguém. O combustível já está em falta porque as refinarias estão todas paradas. Estou voltando de São Paulo, e 30% dos postos já não tem mais, já estão sem combustível para abastecimento. Então automaticamente vai acabar”, disse. 

Fonte: O Líder/Camila Pompeo
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...