Empreendedorismo - 30/05/2016 09:01 (atualizado em 30/05/2016 09:51)

Brasileiros que se conheceram na Europa abrem frigorífico em Iporã do Oeste

Amigos Davi e Valmor mestres em carne formados na Alemanha abriram o Frigorífico Europa e lançaram a marca Eurofrig. Recentemente receberam o selo Sisbi e agora podem comercializar em todo o país
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
A sociedade que hoje os dois amigos compartilham nunca foi planejada ou sonhada por eles - Foto: Grupo Aoê 

Hoje sócios, os amigos Davi Eyng e Valmor Gregory, ambos brasileiros, um natural de Iporã do Oeste outro de Itapiranga tiveram os destinos cruzados no exterior, em uma cidade no Sul da Alemanha. Eyng que estudava Direito em Ijui RS, com 24 anos, resolveu ir para Alemanha trabalhar em 1998 para adquirir experiência na agricultura de onde sua família sempre tirou o sustento. “Em uma cidade com 70 mil estudantes não consegue emprego nem para lavar o carro do professor. Foi quando surgiu a oportunidade de ir para Alemanha em um estágio que mudou completamente minha vida e a do Valmor”, resume. 

Após um ano na Alemanha, Davi conseguiu passaporte alemão e da agricultura passou a trabalhar em um frigorífico que funcionava junto a propriedade onde estava. Nesta mesma época Valmor Gregory que também estava na Alemanha trabalhava na agricultura na mesma propriedade onde se conheceram e fizeram amizade. 

A sociedade que hoje os dois amigos compartilham nunca foi planejada ou sonhada por eles. Mas tudo aos poucos começou a ser desenhado e concretizado. Davi que já trabalhava em um açougue na Alemanha recebeu um pedido de seu patrão, a indicação de um amigo brasileiro. Foi quando ele se lembrou do conhecido brasileiro, o Valmor que já tinha voltado ao Brasil. Imediatamente ele fez o convite para que retornasse a Alemanha. Após 14 dias Valmor deu a resposta, disse que voltaria a Alemanha para então trabalhar e estudar.

Mestres em Carnes 
O Frigorífico Europa com a marca dos produtos Eurofrig dos dois amigos foi inaugurado no ano passado em junho de 2015 em Iporã do Oeste na Linha São Lourenço - Foto: Divulgação 

Com o retorno de Valmor para a Alemanha os dois fizeram cursos e se especializaram na área. “Fiquei de 98 a 2006 na Alemanha. Ao voltar fizemos uma sociedade de um frigorífico de Itapiranga, porém como tínhamos uma visão diferente e mais moderna a sociedade não deu certo. Viemos então para Iporã do Oeste e em 2010 abrimos nosso CNPJ. Como faltavam recursos para um investimento voltei para Alemanha mais uma vez onde fiquei até 2013”, relata Davi. Enquanto isso no Brasil, Valmor cuidava os trâmites burocráticos para que os dois amigos tivessem seu próprio frigorífico.

O Frigorífico Europa com a marca dos produtos Eurofrig dos dois amigos foi inaugurado no ano passado em junho de 2015 em Iporã do Oeste na Linha São Lourenço. Os sócios não só estudaram e trouxeram maquinários da Alemanha como colocaram literalmente a mão na massa, sendo que 90% da obra estrutural do frigorífico da qual hoje são proprietários, foram eles que construíram com suas mãos e força de vontade. 

Na Alemanha por seis nos fizeram curso técnico e hoje são mestres em carnes e embutidos. “Hoje estamos com 38 produtos diferenciados do que já tinha no Brasil. Quando vínhamos pro Brasil o que víamos era aquela mortadela de “extintor” e aquela lingüiça colonial, hoje temos o diferencial. Já temos liberação para comercialização para todo o país. Foi muito rápido esse processo e temos que agradecer a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de SC (Cidasc), é muito gratificante essa conquista”, salienta Davi. 

Tecnologia da Europa 
“Ser mais um no meio de tantos não queremos ser, somos diferentes na qualidade que começa no produtor até no nosso atendimento”, Davi Eyng 

A carta de produtos da Eurofrig que já somam 38 diferentes produtos, porém devem aumentar ainda para pelo menos 60 produtos diferenciados

Conforme Davi Eyng o diferencial dentro da indústria Frigorífico Europa é a tecnologia trazida da Alemanha o que corresponde a 90% de todo maquinário todo em inox. Além disso, o funcionamento e técnicas todas são conforme aprenderam na Alemanha, desde cortes das carnes até a forma de atendimento ao cliente. Hoje, o frigorífico conta com 7 funcionários ativos e outros terceirizados. A meta, segundo Davi é fazer novas contratações. Ele menciona que atualmente por conta das etapas de licenças, a produção é em torno de 30 gados e 30 suínos ao mês, porém o objetivo e que esse número de abate passa a ser diário, além de trabalhar com abate de ovelhas no futuro. “A gente sabe que hoje dentro dos país o maior comércio de carne clandestina é de ovelha”, observa ele. 

“Nosso produtos tem qualidade porque trabalhamos com conhecimento. Em seis anos de estudo saímos com conhecimento espetacular, o corte no gado é como uma cirurgia que um médico faz, sabemos onde deve ser feito o corte e como deve ser. Lá na Alemanha eram seis dias de aula, três de praticas e três de teorias”, explica Davi. Segundo ele lhe foi dada a oportunidade de trabalhar em Frigoríficos na Europa e permanecer na Alemanha, porém, como ele diz, o coração falou mais alto e preferiu realizar este sonho próximo de sua terra natal. “Ser mais um no meio de tantos não queremos ser, somos diferentes na qualidade que começa no produtor até no nosso atendimento”, salienta.  

A carta de produtos da Eurofrig que já somam 38 diferentes produtos, porém devem aumentar ainda para pelo menos 60 produtos diferenciados. Davi salienta que inclusive a gama de produtos que seguem a cultura da Europa como do frigorífico abrange vários produtos da Europa por isso da escolha do nome e da marca EuroFrig. No último final de semana, no sábado dia 21 de maio o Frigorífico Europa de Iporã do Oeste foi habilitado ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi). Essa habilitação dá à empresa condições de comercializar seus produtos em todo o território nacional.

Eyng diz que sua experiência toda valeu a pena e faria tudo novamente, mas por outro lado lamenta a burocracia brasileira até o pleno funcionamento do Frigorífico. “Tinham que agilizar um pouco mais, com certeza a fiscalização deve sempre estar em cima, mas a burocracia atrapalha um pouco”, finaliza. 
Recentemente a Eurofrig recebeu autorização para comercialização dos produtos em todo o país - Foto: Grupo Aoê
Fonte: Débora Ceccon/O Líder
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...