EMPREENDENDO COM CRIATIVIDADE - 13/06/2016 10:30 (atualizado em 13/06/2016 10:43)

Um cantinho europeu no centro de São Miguel do Oeste

Conheça a história do empreendedor que investiu R$ 30 mil reais em um negócio próprio, com base no que aprendeu e vivenciou na Europa
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Foto: Camila Pompeo/O Líder
Reportagem: Camila Pompeo

Você já imaginou um espaço típico europeu, bem aqui pertinho da gente? Esse espaço já existe, e foi inaugurado recentemente na Rua Santos Dumont, em São Miguel do Oeste. Em um ambiente pequeno e bem aconchegante foi que Adilson Urnau apostou suas fichas, colocando em prática o sonho do próprio negócio. O microempreendedor de 37 anos é natural de Maravilha, e morou por pelo menos 10 anos fora do país. Na lista de países pelos quais o catarinense já passou, está a França e Alemanha. 

Foto: Camila Pompeo/O Líder

“Fui trabalhar em São Paulo, na rede Porcão Churrascarias. Eles abriram uma casa em Lisboa (Portugal), então surgiu a proposta de ir trabalhar como maitre lá. Em torno de dois meses  fui promovido a gerente. Fiquei por 10 anos com eles. Quando abriram em Paris, na França, fiquei um tempo lá. Depois abriram na Alemanha, onde fiquei em torno de 9 meses”, recorda.

Foi em solo francês que Adilson aprendeu tudo o que colocou em prática no Recanto Truck, empreendimento do ramo de Food Truck que abriu em São Miguel do Oeste. E ele garante: tanto o ambiente, quanto os laches, são “obras” baseadas nas características francesas. Depois de pelo menos uma década, vivendo entre os costumes franceses, Adilson resolveu retornar para o solo brasileiro. 

“Em Paris trabalhei com uma família, com lanches. Foi ali que aprendi a montagem do lanche, os molhos, fiz três cursos de cozinha. Há um ano e meio eu voltei para cá para trabalhar com caminhão, mas não é a minha praia, então me surgiu a ideia de criar isso. Lá é muito comum, a cada duas quadras que você anda, encontra um cantinho assim para tomar um chá, comer um croissant. Na Europa, a sensação do momento é o Food Truck, justamente porque as pessoas não tem muito tempo”, argumenta. 

O espaço, pequeno, mas projetado nos mínimos detalhes foi criado no porão da casa dele. Deck, truck, mesas, cadeiras, vasos e porta-guardanapos, todos em madeira, foram construídos por Adilson, que investiu todo o conhecimento adquirido em um curso de design em madeira. “É uma coisa rústica, mas bonita. Se fosse comprar mesas e cadeiras rústicas, sairia muito caro. Não queria o tradicional, o que todo mundo tem. Como fiz um curso de design com madeira, pensei que poderia construir. Coloquei a mão na massa e fiz. Gastei em torno de R$ 30 mil, porque a madeira tem que ser tratada porque está ao ar livre”, explica.

Foto: Camila Pompeo/O Líder
Dentre todos os motivos para que os clientes frequentem o Recanto Truck, Adilson salienta justamente o contato com a natureza. Em um terreno alugado de uma loja de confecções, o microempreendedor construiu o local, preservando a vegetação. “Não queria colocar um telhado porque não queria que fosse igual aos outros. Gostei por causa das árvores, queria um espaço próximo ao centro, que não fosse uma sala. Queria nesse estilo, que fosse algo diferente. Quando aluguei o terreno, falei que queria que as árvores permanecessem então eu encaixei elas no meio do deck”, finaliza.

"Não queria o tradicional, o que todo mundo tem (...)" - Adilson Urnau


Fonte: O Líder/Camila Pompeo
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...