Solidariedade - 05/06/2017 10:10

Bebê prematura carece de doação de leite após falecimento de mãe

Comunidade tem se mobilizado para auxiliar família humilde do Bairro Santa Rita com doação de leite para bebezinha que nasceu prematura e perdeu a mãe que sofria por problemas cardíacos
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
A bebezinha que nasceu prematura precisa uma lata de leite Nan Confort 1 por semana- Foto: Débora Ceccon/ O Líder 

Juliana Pasquali de 33 anos que já era mãe de um menino de cinco anos, o Fabricio, tinha um sonho, ser mãe de uma menina. “Ela sempre pedia a Deus que ele desse uma menina pra ela e Deus deu”, conta a mãe Dona Lucia Pasquiali que mora no Bairro Santa Rita em São Miguel do Oeste. Porém este sonho de Juliana acabou se transformando em uma triste história. Juliana sofria de problemas cardíacos, e os médicos não lhe indicavam uma nova gravidez, porém ela e seu esposo Volmir Zanuzzo acabaram por realizar este sonho da mãe e geraram uma menina. 

Com a gravidez, os problemas cardíacos de Juliana que fazia tratamento medicamentoso se agravaram. No dia 07 de março deste ano, a bebezinha Andrieli Vitória veio ao mundo prematura e por isso precisou passar por cuidados hospitalares em Curitibanos até que estivesse forte para voltar ao convívio da familia. Juliana que tinha o sonho de ser mãe de menina havia finalmente o realizado e permanecia internada em Xanxerê após a cesariana em hospital especializado para cardíacos. Quando estava de volta ao lar, Juliana teve piora no seu quadro cardíaco precisou ser internada no Hospital Regional de São Miguel do Oeste e posteriormente encaminhada para Xanxerê (SC) aonde veio a falecer na última quarta-feira (31). “Ela não quis autorizar a cirurgia, ela sabia que não ia agüentar”, diz a mãe Dona Lucia. 

Populares desde então tem se mobilizado para auxiliar a família de Juliana que é de origem humilde. A bebezinha que nasceu prematura precisa uma lata de leite Nan Confort 1 por semana, o custo em média deste leite é de R$ 50. Algumas latas já foram doadas bem como fraldas e roupas. O esposo de Juliana, continua morando com a Dona Lucia e os dois filhos, Fabricio e Andrieli Vitória no Bairro Santa Rita em São Miguel do Oeste e se emociona ao lembrar do sonho da Juliana e por tudo que aconteceu com ela. “Parece um sonho, sei lá o que, eu já ensinei o Fabrício que é maior depois eu vou falar pra ela”, diz. Muito emocionado o esposo enlutado, Volmir conta que o filho Fabrício dormiu na ultima noite com a foto da mãe Juliana ao lado do travesseiro e diz que ela sempre vai ficar na lembrança.  



VEJA MAIS IMAGENS
Fonte: Débora Ceccon/ O Líder
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...