SEGURANÇA - 23/10/2017 15:46

Empresa inicia colocação de redutores de velocidade em São Miguel

A implantação dos 23 aparelhos deve ser concluída nas próximas semanas
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Willy Barth permaneceu por um longo período sem os equipamentos e número de acidentes aumentou - Foto: Arquivo / O Líder

Depois de quase dois anos sem equipamentos de controle de velocidade na Rua Willy Barth, em São Miguel do Oeste, os controladores devem voltar a funcionar em breve. Os equipamentos começaram a ser instalados nesta semana no local. O diretor da Secretaria de Desenvolvimento Urbano de São Miguel do Oeste, Jeferson Dias, diz que os equipamentos serão instalados em 23 pontos da cidade, sendo que a maioria em locais onde já existiam. 

“A empresa iniciou os trabalhos da primeira fase, a parte física, estrutural desses 23 pontos. Na grande maioria dos pontos serão reativados onde já existiam alguns controladores de velocidade. Dentro do perímetro urbano, no centro da cidade, foi um pedido da comunidade em frente à JBS, na Rua Dom Pedro. Na Rua 7 de Setembro, que dá acesso ao Bairro Salete, será instalado. Mais recentemente a prefeitura asfaltou a Rua Itaberaba, nas proximidades da Igreja, onde será instalado um controlador”, explica.

Ainda segundo Dias, um novo semáforo será instalado no cruzamento da Rua Willy Barth com a Rua Arno Erich Schwambach, na área industrial. Alguns dos semáforos que já existem no município devem ser substituídos por equipamentos mais modernos. “Esses equipamentos que estão na Willy Barth estão completando quase 10 anos de instalação. São semáforos obsoletos, o sistema, as peças. Com essa segunda fase de reestruturação dos controladores eletrônicos de velocidade, serão trocados também os semáforos, serão novos, modernos, com luzes led bem mais visíveis”, comenta.

Na Willy Barth, um dos semáforos tem apresentado problemas frequentemente. Dias diz que há poucos dias, um motorista acabou colidindo contra o equipamento, vindo a causar os prejuízos. Ele também alerta os motoristas sobre os incidentes deste tipo. “Há poucos dias aconteceu um acidente, um condutor imprudente causou um problema em um semáforo. Quando isso acontece, a gente identifica os condutores e tentamos entrar em um acordo para que consertem pelo menos a parte física. A administração busca os responsáveis e está cobrando”, alerta.

Ainda sobre os controladores, o diretor salienta que na maioria dos equipamentos o limite de velocidade será de 50 km/h. “Discutimos em uma reunião recentemente com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a empresa Koop. A grande maioria será de 50km/h, com exceção do controlador que ficará em frente ao 14º Regimento de Cavalaria Mecanizada que, por questão de segurança, será de 40 km/h. Os semáforos queremos balizar todos em 50 km/h”, menciona.


Dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), posto de Guaraciaba, dão conta que de janeiro a agosto deste ano foram registrados 54 acidentes no trecho que compreende os quilômetros 65 a 71, na Willy Barth. E foi justamente o número de acidentes, segundo Dias, que levou a administração a instalar os novos equipamentos. “Desde janeiro o prefeito está buscando um dialogo com a PRF, com o Dnit e a Koop para que pudéssemos implantar logo esses controladores. Algumas pessoas vão para as redes sociais dizer que estamos preocupados em arrecadar. Toda a semana a imprensa noticia acidentes graves. Praticamente estávamos concluindo dois anos sem redutores de velocidade e a população não soube aproveitar essa liberdade. As pessoas precisam ter consciência, somente com os controladores podemos diminuir esses acidentes”, finaliza.
Fonte: O Líder/Camila Pompeo
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...