AVALIAÇÃO - 18/12/2017 11:38

Trevisan diz que 2017 foi positivo mesmo com dificuldades

Para o prefeito de São Miguel do Oeste, Wilson Trevisan o ano foi de muitas dificuldades, no entanto foi um ano bastante produtivo
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Prefeito de São Miguel do Oeste, Wilson Trevisan - Foto: Jucinei da Chaga/ Grupo WH Comunicações
O prefeito de São Miguel do Oeste, Wilson Trevisan avaliou positivamente o primeiro ano do seu governo. Para Trevisan o ano foi  de muitas dificuldades, no entanto foi um ano bastante produtivo. “Assumimos o governo com uma série de dificuldades financeiras, mas aos poucos com ajuda de nossa equipe e compreensão da população nós conseguimos fazer até esse momento um equilíbrio financeiro. No momento como hoje, o município de São Miguel do Oeste está com as contas rigorosamente em dia, não dá pra dizer que foi um ano ruim apesar de ter sido um ano muito difícil”, reconhece. 

Um dos pontos que o prefeito ressalta são os investimentos e conquistas na área da saúde. “Nós gastamos com a saúde quase 20% do orçamento. A lei diz que tem que ser gasto 15%. Eu penso que o pior momento para as pessoas é quando estão doentes, ela está emocionalmente abalada e se tu não der um carinho e atenção nessa hora, você frustra a pessoa. O serviço público tem que acolher essas pessoas. O valor deu mais de R$ 4 milhões a mais do que é previsto na legislação”, afirma. 

Investimentos na saúde 
O prefeito observa que muitas coisas boas ocorreram, segundo ele na área da saúde foram colocados em funcionamento três novos postos de saúde, dois deles já estavam em andamento e um novo este no Bairro Jardim Peperi. Além disso, ele cita um ponto positivo a ampliação do horário de funcionamento da Farmácia Central e da Sala de Vacinas. Hoje os horários são das 7h da manhã às 19h interruptamente, abrindo inclusive aos sábados até ao meio dia. Segundo ele, foram feitos pelos órgãos municipais 159 mil procedimentos no ano, praticamente quatro por habitante.
Prefeito cita que na área da saúde foram colocados em funcionamento três novos postos de saúde - Foto: Ascom/ SMO 
O prefeito citou programas que foram criados aos idosos do município de São Miguel do Oeste em prol de sua saúde. “Criamos o programa Vida Longa com Saúde e lá estamos entregando nos grupos de idosos todos os remédios contínuos. Os idosos recebem os remédios a cada 60 dias no próprio encontro de idosos e também são realizados vários exames neste dia com equipe médica. Esse programa que criamos é de amplitude extrema de custo alto, mas que está dando resultado, acabando com as filas nos postos de saúde”, garante. Ele acrescenta ainda que também há um programa em funcionamento neste segundo semestre para atividades físicas aos idosos com acompanhamento de um profissional de educação física. 

Outro avanço que o prefeito cita é o mutirão de cirurgias de Cataratas que o município participou e o avanço no combate ao mosquito da Dengue e afirma que sua equipe deve manter limpo os arredores da Willy Barth em São Miguel do Oeste mesmo não sendo de competência do município. 

Revisão das contas e cortes 
Wilson Trevisan afirma que a primeira coisa que seu governo fez foi fazer uma revisão completa de todos os gastos que o município tinha de todos os contratos. “De aluguéis ainda temos um valor exagerado, mas já tiramos de R$ 88 mil para R$ 57mil agora e a partir de março vamos passar para R$ 35mil o valor de gastos com aluguel”, detalha. 

Outro corte citado pelo prefeito foi quanto a gastos com vigilantes. Segundo ele havia um vigilante na Farmácia Central e acredita que não há necessidade de tal servidor naquele ambiente bem como na Unidade de Pronto Atendimento de Urgência. “Por exemplo, as câmeras de segurança da praça tinham custo de R$ 6 mil mensais de aluguel e não serviam pra nada, quando precisava, um dia estava escuro, outro dia estava chovendo, um dia estava com defeito, nunca conseguimos esclarecer nada, então cortamos isso também”, afirma. 

E por falar em cortes, o prefeito de São Miguel do Oeste cita que sofreram cortes também os cargos comissionados, quando a média era de 12 secretários atualmente são sete, resultando em uma redução de gastos em R$70 mil ao mês. “São economias para poder fazer serviços que estão sendo feitos nas ruas. Nos planejamos no que diz respeito das ruas que estavam em estado ruim”, afirma. 

Infraestrutura 
O prefeito destaca que em seu governo a prioridade está em também fazer a recuperação das ruas que segundo ele estavam em mal estado de conservação. Além disso, ele cita que foi feita a retirada de canalização da parte central das ruas para resolver o problema de vazamentos e abertura de buracos. “Nos asfaltos novos que fizemos a idéia é já retirar essa canalização da Casan do meio da rua e colocar nas laterais pois 80% dos problemas com buracos são provocados por vazamentos e a Companhia precisa abrir buracos para resolver”, observa. 
Melhorias das ruas da cidade foi uma das prioridades segundo prefeito de São Miguel do Oeste - Foto: Ascom/SMO
No interior o prefeito menciona que por meio da Secretaria de Infraestrutura foram britadas e recuperadas muitas estradas e projeta que o próximo ano todas as comunidades terão as estradas britadas. Ele promete que não terá nenhuma comunidade sem estrada britada. Já para 2019 ele menciona que pretende britar os acessos laterais e para 2020 os acessos às propriedades. 

“O segredo é cuidar pequenas coisas, despesas pequenas, miúdas que multiplicando pelo tempo que o gestor vai ficar lá. Nesta forma trabalhando com recursos escassos mais muito bem cuidados, eu confesso que sofri muito, recebi muito não na prefeitura, inclusive sofri muita critica quanto a repasses a entidades. Mas hoje as pessoas estão entendo e o resultado apareceu inclusive no esporte que foi um ano cheio e temos títulos que faziam muitos anos que não vinha a São Miguel do Oeste e devagar as coisas começam a tomar um rumo crescente e atender nosso planejamento”, diz. 

Projetos para 2018
Para o próximo ano, o prefeito lista algumas obras e execuções que devem se tornar realidade. A primeira que ele cita será a revitalização do estádio do Bairro Andreata que receberá iluminação, melhoria no gramado, e nos vestiários. Além deste haverá um estádio novo ao lado do Caic  no Bairro São Luiz. 

Na infraestrutura o prefeito menciona que há um plano arrojado em mobilidade para ser iniciado em 2018 e terminar em 2109, no Programa Avançar Cidades. “É um financiamento que vamos fazer com juro baixo para pagar em 20 anos para revitalização completa para as ruas da cidade”, menciona. Ele cita que dentro deste projeto devem ser asfaltados acessos a bairros e ruas em que há trafego de veículos pesados para que a via tenha durabilidade maior. 

Em ações na educação o prefeito projeta a ampliação de três creches, bairro São Sebastião, Bairro Agostini e uma creche nova no Centro da cidade. Segundo o prefeito o centro da cidade deve ter uma atenção maior da infraestrutura que está deficitária. “Por exemplo, no que diz respeito a área da saúde o Posto do Centro ainda é em baixo de um porão emprestado e não temos uma creche no centro então nossa meta é ter isso na área da educação”.

 Ele cita ainda que no próximo ano irá trabalhar a requalificação dos professores, novo sistema pedagógico com novo modelo que vai entrar na família, vamos também para suplementar o salário dos professores, criamos um vale alimentação de R$ 10 por dia trabalhado”, garante. E aos servidores o prefeito lembra que tem o compromisso de cumprir o pagamento de 5% de produtividade com os servidores. Ele estima que no ano que vem devem ser investidos R$ 2 milhões só na educação e infraestrutura. 
VEJA MAIS IMAGENS
Fonte: Débora Ceccon/ O Líder
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...