contigenciamento de recursos - 14/05/2019 11:08

OUÇA: IFSC de São Miguel do Oeste promove mobilização em defesa da educação

Ato desta quarta-feira faz parte da mobilização nacional contra os cortes de verbas na área da educação
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Foto: Silvana Toldo Ruschel / 103 FM

Estudantes e servidores do Câmpus São Miguel do Oeste do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), com o apoio de professores e alunos de diversas instituições de ensino da região realizam nesta quarta-feira (15) uma mobilização em defesa da educação. Atos semelhantes serão realizados em todo o Brasil para que sejam revistos os cortes anunciados na área da educação.

Em São Miguel do Oeste a concentração para a manifestação será a partir das 12h na Praça Belarmino Annoni, em frente ao INSS, com saída em caminhada às 13h30 até a Praça Walnir Bottaro Daniel.

O programa Atualidades da 103FM recebeu em seu espaço de entrevistas desta terça-feira (14) as professoras do IFSC, Juciane Parcianelo e Carla Grüdtner, e os alunos de escolas de São Miguel do Oeste, Amanda Soster Borba, Bruno Hoffmann e Vanessa Cecchin. Durante a entrevista eles apresentaram as consequências que este corte anunciado pelo Ministério da Educação pode trazer para o IFSC de São Miguel do Oeste e instituições educacionais de toda a região e País. “Se esta condição se confirmar o câmpus local tem condições de se manter apenas até meados de setembro”, destaca a professora Juciane. Eles também convidaram toda a população para participar desta mobilização em prol da Educação.

Foto: Ascom

Ainda na última semana, foi realizada uma reunião no Câmpus para abordar sobre este assunto e cenário de contigenciamento de recursos e realizaram um abraço simbólico à instituição durante o intervalo das aulas na tarde desta segunda-feira (6). De mãos dadas, os estudantes deram um "grande abraço" no prédio do Câmpus. A manifestação, organizada pela comunidade acadêmica, está relacionada ao anúncio, por parte do Ministério da Educação, de um possível bloqueio no orçamento das universidades e institutos federais.

A direção do Câmpus São Miguel do Oeste acompanha as discussões em âmbito nacional, envolvendo dirigentes das instituições federais de ensino, e aguarda informações mais precisas e possíveis encaminhamentos, seguindo a orientação da reitoria do IFSC.

Foto: Ascom
O diretor do Câmpus, professor Diego Albino Martins afirma que "Manter o atual bloqueio é um contrassenso mesmo em um período de crise econômica. Se o país precisa se recuperar economicamente, a educação é justamente um dos caminhos mais promissores. Ainda, o professor cita um estudo do IPEA mostra que o gasto social com educação é o que mais eleva o PIB, pra cada 1 real investido em educação, é gerado um real e oitenta e cinco centavos no PIB. Por fim conclui que "mantido o atual bloqueio orçamentário, ficamos com a previsão de receber menos do que nós precisaríamos para arcar com as despesas já assumidas - contas de água, luz, serviço de limpeza, etc... e não resta absolutamente nada para arcar com os custos daquilo que é nossa atividade fim: atividades didáticas, de pesquisa, e de extensão."

Em nota, a direção geral do Câmpus São Miguel do Oeste do IFSC esclareceu que, em assembleia do Sinasefe-SC, sindicato que representa professores e técnicos administrativos do IFSC, foi aprovado paralisação de atividades para o dia 15/05, próxima quarta-feira.

Em função disso, poderemos ter parte ou a totalidade das atividades dos setores acadêmicos e administrativos do câmpus interrompidas neste dia. A paralisação ou não de atividades nos câmpus e na Reitoria dependerá da adesão ao movimento por parte de cada servidor. Orientamos os estudantes que entrem em contato com os professores que ministram aulas na quarta-feira para verificar se haverá ou não aulas nesse dia.
Foto: Ascom
VEJA MAIS IMAGENS
Fonte: Redação WH Comunicações / Silvana Toldo Ruschel, com informações da Ascom
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...