religião - 29/06/2020 15:26

OUÇA: Igrejas Católicas retomam atividades a partir deste sábado (4)

Na paróquia de São Miguel do Oeste a abertura das igrejas será gradual, iniciando pela igreja Matriz com missa. Celebrações e catequese ainda estão suspensas
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!

Padre Francisco Biehrmann, da paróquia de São Miguel do Oeste / Foto: Silvana Ruschel / Arquivo 103FM

O programa Atualidades da 103FM recebeu, na última semana, o padre Francisco Biehrmann, da paróquia de São Miguel do Oeste, que apresentou o Decreto Diocesano que prevê a retomada parcial das atividades nas igrejas católicas a partir de sábado (4). Ele salienta que na paróquia de São Miguel do Oeste a abertura das igrejas será gradual, iniciando pela igreja Matriz com missa. Celebrações e catequese ainda estão suspensas

O Decreto Diocesano, que orienta as ações nas paróquias, reforça que a pandemia ainda não passou e que neste momento, conforme as orientações dos órgãos civis competentes, é possível retomar algumas ações com presença de fiéis. “Contudo, é preciso agir com prudência, adequado e planejamento. “A Igreja, em sintonia com as autoridades sanitárias, tem a responsabilidade de prevenir o contágio da Covid-19”.  A orientação é para que as pessoas que forem à igreja estejam utilizando máscara e higienizem as mãos com álcool em gel. As pessoas que fazem parte do grupo de risco devem permanecer em suas casas. “Neste momento será feito um teste com a Igreja Matriz e assim que alinhados os procedimentos as demais igrejas também devem retomar as atividades de forma gradual”, destaca padre Francisco.

Confira alguns pontos do Decreto:

A partir do dia 4 de julho de 2020 retomar as seguintes ações comunitárias
  • Celebrações Eucarísticas com participação de fiéis: para isso está sendo enviado um documento com as orientações de como proceder com a preparação dos espaços celebrativos. O serviço dos ministros e demais pessoas envolvidas e a própria participação dos fiéis. Caberá às equipes paroquiais, a partir de sua realidade local, definirem a dinâmica desta retomada. Entretanto, deverá ser algo lento e gradual prezando pelo cumprimento das normas de higiene, distanciamento e outras formas de proteção.
  • Celebração dos sacramentos do Batismo, Confissão, Unção dos Enfermos e Matrimônio:celebração destes sacramentos poderá ser retomada mediante necessidade pastoral. Estas celebrações deverão seguir as orientações encaminhadas em anexo
Manter suspensas as seguintes atividades por tempo indeterminado
  • Celebração da Palavra de Deus com a Distribuição da Sagrada Comunhão Eucarística: continuam suspensas as celebrações presididas pelos ministros(as) extraordinários(as), popularmente chamadas de "Culto", com a presença de fiéis. Para a retomada destas celebrações serão enviadas orientações próprias.
  • Catequese: as atividades presenciais (encontros, retiros, ritos de passagem) deverão continuar suspensas. Para sua retomada construiremos orientações diocesanas comuns. No momento reforçamos que as coordenações paroquiais continuem divulgando e motivando o uso do material "Encontro com Jesus em Família'. A princípio, mantemos a referência do retomo às aulas escolares para uma eventual retomada da caminhada catequética presencial.
  • Celebração da Iniciação à lida Eucarística (Primeira Comunhão) e da Crisma: a celebração destes sacramentos permanecem suspensas por tempo indeterminado Caso seja possível retomar este ano enviaremos orientações próprias.

Outras ações evangelizadoras permanecem suspensos os encontros e escolas de formação, grupos de reflexão, grupos de orações (RCC e outros Movimentos), procissões e romarias, retiros, encontros diversos e demais atividades que possam gerar aglomeração de pessoas 

Festas comunitárias: seguindo as orientações dos órgãos responsáveis mantemos suspensas as festas e demais promoções comunitárias.
Espaços de Lazer: permanece vedada a abertura dos espaços de lazer que funcionem nas estruturas da Mitra Diocesana (bodegas, canjas de bocha. bolão. quadras de esporte...).
Velórios: em relação aos velórios e sepultamentos segue o que está estabelecido pelos órgãos estaduais e municipais desde o início da pandemia. Sempre que solicitado é possível realizar a celebração de encomendação. Porém, esta deverá ser restrita a família e celebrada de forma breve, seguindo todos os cuidados de higiene e distanciamento. 
VEJA MAIS IMAGENS
Fonte: Redação WH Comunicações / Silvana Ruschel
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...