Futebol - 06/02/2019 06:31

Conmebol propõe de três a quatro sul-americanos na nova Copa do Mundo de Clubes da Fifa

Entidade deseja evento realizado anualmente com 14 times, durante 16 dias de dezembro, em formato eliminatório e 13 partidas. Fifa quer mínimo de 24 equipes a cada quatro an
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!

A Conmebol apresentou à Força-Tarefa da Fifa, que discute formatos para novos torneios da entidade máxima do futebol, uma proposta de Copa do Mundo de Clubes anual com a participação de 14 equipes das seis confederações continentais.

O total de clubes e o período desejados pela Conmebol são diferentes da proposta de um mínimo de 24 e um máximo de 32 equipes disputando a competição de quatro em quatro anos, defendida pelo presidente da Fifa, Gianni Infantino.

Até 2018, o evento foi disputado anualmente por sete clubes: um do país-anfitrião e mais os campeões da Uefa, Conmebol, Concacaf, África, Ásia e Oceania. A edição passada, vencida pelo Real Madrid, da Espanha, aconteceu em 11 dias, entre 12 e 22 de dezembro, nos Emirados Árabes.

Em entrevista por e-mail ao GloboEsporte.com, o diretor de Competições de Clubes da Conmebol, o brasileiro Fred Nantes, detalhou a proposta.

GloboEsporte.com: No último dia 24 de janeiro, no programa "Redação Sportv", o presidente da Conmebol falou sobre propostas da entidade para uma nova Copa do Mundo de Clubes da Fifa, que seria disputada entre 12 e 16 participantes. O que, de fato, há de concreto?
FRED NANTES: A proposta apresentada pela Conmebol é com 14 clubes.

Como seria o formato de disputa da competição?
FRED NANTES: O formato seria com eliminatória direta desde o início da competição; ou seja, não seria com formato de grupos. Seriam 13 jogos no total, em 16 dias.

Qual seria a época de disputa?
FRED NANTES: Nossa proposta é manter em dezembro. Competição anual.

Como seria feita a divisão de vagas pelas seis confederações continentais filiadas à Fifa?
FRED NANTES: Isso ainda está em discussão. Existem cenários distintos. Desde quatro equipes da Conmebol e quatro da Uefa, mais uma equipe das outras federações continentais. Mas o mais importante é que, em nenhuma situação, teríamos menos do que três representantes da Conmebol.

Com 14 clubes e eliminatória direta, como ficaria a 2ª fase do Mundial, com 7 clubes classificados?
FRED NANTES: Na verdade, haveria clubes que entrariam somente na fase 2 da competição; e outros, nas quartas de final, diretamente. Isso dependerá de quantos times da Conmebol e da Uefa tenhamos (três ou quatro times). Não são todos os times que começariam a jogar na Fase 1.

Como se daria a divisão de vagas da Conmebol, com três ou quatro clubes?
FRED NANTES: Se forem quatro equipes, são os campeões e vice de cada competição, a Libertadores e a Sul-Americana. Se forem três da Conmebol, a sugestão é ter campeão e vice da Libertadores e o campeão da Sul-Americana.

Haverá alguma discussão sobre essa proposta na próxima reunião do Conselho da Fifa, marcada para os dias 14 e 15 de março, em Miami (EUA)?
FRED NANTES: A ideia é apresentar o resultado do trabalho do Task Force (Força-Tarefa) criado pela Fifa para discutir esse tema na reunião de março. É isso que estamos esperando.

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, defende um novo modelo para a competição, com 24 clubes, disputando a cada quatro anos...
FRED NANTES: Nós entendemos que, para os clubes da América do Sul, o que faz sentido é manter o formato anual, e queremos aumentar nossa participação no torneio. O formato que apresentamos é viável realizar em dezembro, inclusive, com o calendário europeu.

Fonte: Globoesporte.com
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...