Brasileirão - 17/11/2019 19:59 (atualizado em 17/11/2019 21:11)

Inter e Corinthians ficam no 0 a 0 em confronto direto pela vaga na Libertadores

Resultado mantém Colorado na frente do adversário graças aos critérios de desempate
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Foto: Twitter / Inter / Divulgação / CP

Inter e Corinthians fizeram um jogo digno do confronto direto na briga pela Libertadores do ano que vem. O Colorado foi superior no primeiro tempo, enquanto os alvinegros igualaram as ações na etapa final. Apesar de movimentado no fim, o confronto na Arena Corinthians, em Itaquera, acabou empatado em 0 a 0 na noite deste domingo.

O Corinthians até chegou a marcar aos 35 minutos do segundo tempo, mas Gustavo estava claramente em posição irregular, confirmada pelo árbitro de vídeo. Assim, o jogo terminou sem gols.

Com o resultado, o Inter se mantém a frente do adversário direto, na 7ª posição, com 50 pontos, mesmo número de pontos do Corinthians, 8º colocado. A vantagem acontece nos critérios de desempate: são 14 vitórias gaúchas contra 12 dos paulistas. O próximo compromisso do Colorado é diante do Fortaleza, no domingo, às 19h, no Beira-Rio. O duelo é válido pela 34ª rodada do Brasileirão.

Colorado é superior no primeiro tempo, mas não marca

A principal dúvida antes do início da partida, já que Zé Ricardo fez mistério com treinos fechados ao longo da semana, estava na função do centroavante. O titular Paolo Guerrero, que retornou de compromisso com a seleção peruana, começou no banco após chegar de viagem no dia da partida. Assim, Rafael Sobis iniciou entre os titulares. Pelo lado do Corinthians, o interino Dyego Coelho não tinha Pedrinho, a serviço da seleção sub-23.

No início do confronto, o Inter teve a bola e trocou passes no campo de defesa, sem levar perigo ao Corinthians. A equipe paulista demorou a criar, e a primeira boa chance foi do Colorado. Aos 18 minutos, Pottker recebeu na entrada da área, avançou com a bola dominada e finalizou forte, obrigando Cássio a fazer grande defesa, espalmando para salvar o que seria o gol de abertura do placar.

E a superioridade se manteve na etapa inicial. Na primeira meia hora de jogo, o Colorado finalizou cinco vezes, obrigando Cássio a fazer defesas em duas delas. O Corinthians, por outro lado, pouco conseguiu criar. Encontrava dificuldades para chegar a frente, e só foi finalizar no gol de Marcelo Lomba aos 33 minutos, em um chute fraco de Sornoza

No entanto, o Inter não conseguiu traduzir o maior volume de jogo em gols. O Corinthians, por sua vez, seguiu apresentando problemas. Com muita dificuldade em sair jogando do campo de defesa, nada pôde fazer para movimentar o placar. Assim, o jogo foi para o intervalo em 0 a 0.

Corinthians equilibra as ações na etapa final

Diante de um time sem alternativas ofensivas na primeira etapa, o técnico Coelho tentou modificar as características do Corinthians. Sacou Ralf e proporcionou a entrada do atacante Clayson. Apesar disso, foi o Inter quem manteve a agressividade, criando três chances perigosas logo nos minutos iniciais do segundo tempo. Na melhor delas, aos 3 minutos, Uendel cruzou da esquerda e Pottker, no segundo pau, bateu de primeira, na rede pelo lado de fora, assustando Cássio.

Mas a troca melhorou o Corinthians, tornando a equipe paulista mais agressiva. Aos 9 minutos, a equipe criou sua melhor chance dentro da partida. Júnior Urso recebeu na entrada da área, ajeitou e, de perna direita, bateu forte e rasteiro. A bola passou a esquerda da trave defendida por Marcelo Lomba, levando perigo ao goleiro colorado.

Aos 24 minutos, uma grande chance desperdiçada pelo Corinthians. Fagner enfiou bola pelo setor direito procurando Boselli. Na entrada da área, ele bateu cruzado, obrigando Lomba a fazer boa defesa para evitar a abertura do placar. A bola passou à direita, junto ao pé da trave, levando muito perigo.

Diante do equilíbrio da partida, conquistado pelos paulistas, foi a vez de Zé Ricardo fazer suas escolhas para tentar recuperar presença no campo adversário. Com Guerrero e Nico López nos lugares de Sobis e Pottker, o técnico colorado modificou o setor ofensivo.

Com as duas equipes mais ofensivas, o confronto ficou aberto nos minutos finais, e tanto Inter quanto Corinthians tiveram oportunidades para inaugurar o placar em jogadas de velocidade pelos lados. No entanto, não houve gol em Itaquera, e o confronto direto pela vaga na Libertadores acabou em 0 a 0.

Campeonato Brasileiro - 33ª rodada
Corinthians 0

Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf (Clayson), Júnior Urso, Sornoza, Matheus Vital (Wagner Love) Janderson; Boselli (Gustavo). Técnico: Dyego Coelho

Inter 0

Marcelo Lomba; Heitor, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Lindoso, Edenílson, D'Alessandro (Nonato), Patrick e Pottker (Nico López); Rafael Sobis (Guerrero). Técnico: Zé Ricardo

Cartões amarelos: Rafael Sobis e Heitor (Inter)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
VEJA MAIS IMAGENS
Fonte: Correio do Povo
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...