COPA DO MUNDO - 17/11/2020 22:09

Arthur e Richarlison marcam, Brasil bate o Uruguai e segue líder nas Eliminatórias

Seleção fez 2 a 0, em Montevidéu, e se manteve com 100% na competição, que retorna apenas em 2021
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!

O Brasil manteve o 100% de aproveitamento nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022 Na noite desta terça-feira (17), a Seleção Brasileira não tomou conhecimento do Uruguai e construiu uma tranquila vitória de 2 a 0 no Estádio Centenário. Os gols foram marcados no primeiro tempo. Arthur abriu o placar com um chute de fora da área e Richarlison ampliou de cabeça.

Com a vitória, a Seleção Brasileira soma 12 pontos e lidera as Eliminatórias de forma isolada. Na próxima rodada, marcada para 25 de março de 2021, o Brasil vai enfrentar a Colômbia, em Barranquilla. Cinco dias depois está marcado o clássico com a Argentina, Arena de Pernambuco.

Depois da vitória magra sobre a Venezuela por 1 a 0, no Morumbi, a Seleção Brasileira entrou no gramado do Estádio Centenário com a missão de apresentar um futebol mais convincente contra o Uruguai. Se Tite não contava com sua principal estrela Neymar, o equilíbrio se deu pela ausência de Suárez na equipe de Óscar Tabárez. 

O jogo começou empolgante em Montevidéu com duas grandes chances de gol, uma para cada lado. Aos 2 minutos, Gabriel Jesus chutou cruzado para bela defesa de Campaña. A resposta uruguaia veio com Darwin Nuñez. O atacante do Benfica acertou a trave dando um susto no goleiro Ederson, aos 4.

A partida não manteve o ritmo dos primeiros minutos por muito tempo. Diante de uma organizada marcação uruguaia, o Brasil não encontrava espaços para chegar ao ataque. Já o Uruguai abusava das ligações diretas para Cavani. O jogador agora do Manchester United deu bastante trabalho para Thiago Silva, mas não conseguiu criar nenhuma situação perigosa.

Se ia pouco ao ataque, o Brasil foi efetivo e chegou ao gol em sua segunda finalização na partida. Aos 33, Arthur recebeu de Gabriel Jesus. Ele arriscou da entrada da área contando com um desvio no meio do caminho para vencer o goleiro Campaña e abrir o placar.

Com 1 a 0, o filme dos últimos confrontos entre Brasil e Uruguai no Centenário se repetiu. A Celeste se desorganizou defensivamente e a Seleção Brasileira mostrou inteligência para explorar os espaços. Logo após o gol, Arthur lançou Roberto Firmino, que invadiu a área pelo lado esquerdo e chutou cruzado para defesa de Campaña.

Aos 44, porém ,o goleiro uruguaio não pôde fazer nada. Em jogada ensaiada, o escanteio foi batido de forma curta e Renan Lodi cruzou na medida para Richarlison desviar de cabeça e fazer o segundo do Brasil. Ainda deu tempo de Godín acertar o travessão, mas o placar do primeiro tempo ficou mesmo em 2 a 0.

Segundo tempo sem gols

O início do segundo tempo teve um panorama parecido com a reta final da primeira etapa com o Uruguai atacando de forma desorganizada e ofereceu espaços para o Brasil. Gabriel Jesus teve a primeira chance brasileira para o terceiro, mas mandou por cima. Richarlison também perdeu na sequência.

Óscar Tabárez tentou aumentar o poder de criação do seu time com duas mudanças aos 15: Arambarri e Brian Rodríguez nas vagas de Bentancur e Torreira. A tentativa de reação do Uruguai se evaporou logo depois, quando Cavani deu uma entrada dura em Richarlison e foi expulso após interferência do VAR. 

Tite aproveitou o homem a mais em campo e chamou Everton Cebolinha para entrar no lugar de Richarlison, uma opção que dava mais velocidade ao ataque brasileiro. Mesmo com 10, o Uruguai chegou a assustar aos 30, quando Martín Cáceres mandou para as redes após cobrança de escanteio, mas o lance foi anulado por impedimento.

O Brasil não forçou em busca do terceiro gol e tratou de administrar a vantagem até o apito final do árbitro Roberto Tobar.
Eliminatórias para a Copa do Mundo - 4ª rodada

URUGUAI 0 x 2 BRASIL
URUGUAI
Campaña; Martín Cáceres, José María Giménez, Godín e Oliveros; Nández, Bentancur (Brian Rodríguez, 151/2ºT), Torreira (Mauro Arambarri ,151/2ºT) e De La Cruz (Jonathan Rodríguez, 26’/2ºT); Darwin Nuñez e Cavani. Técnico: Óscar Tabárez.
BRASIL
Ederson; Danilo, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Douglas Luiz (Bruno Guimarães, 46’/2ºT), Arthur e Éverton Ribeiro (Lucas Paquetá, 46’/2ºT); Gabriel Jesus, Firmino e Richarlison (Everton, 26’/2ºT). Técnico: Tite.
GOLS: Arthur (B), aos 33min, Richarlison (B), aos 44min do 1º tempo;
CARTÕES AMARELOS: Giménez, Nández, Martín Cáceres, Jonathan Rodríguez (U); Douglas Luiz, Richarlison, Marquinhos (B)
CARTÃO VERMELHO: Cavani (U)
ARBITRAGEM: Roberto Tobar, auxiliado por  Christian Schiemann e Claudio Rios; VAR: Christian Garay (quarteto chileno).
LOCAL:  Estádio Centenário, em Montevidéu.

Próximo jogo
25/03/2021
Colômbia x Brasil
Barranquilla - Eliminatórias

Fonte: Gaúcha ZH
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...