Libertadores 2021 - 21/07/2021 21:43

Palmeiras avança e enfrentará São Paulo nas quartas da Libertadores

Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!

O Palmeiras dominou a Universidad Católica, fez do goleiro adversário o principal destaque em campo, mas venceu pelo placar magro de 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Allianz Parque. O resultado, no entanto, foi mais do que o suficiente para garantir o time nas quartas de final da Copa Libertadores. Marcos Rocha marcou o gol da vitória, no primeiro tempo.

Na próxima fase, o Palmeiras terá pela frente o clássico com o São Paulo, que na terça-feira eliminou o Racing. As partidas ainda não têm data definida.

Na partida desta quarta, o técnico Abel Ferreira optou por deixar Dudu no banco de reservas e formou o ataque com Wesley e Deyverson. Gustavo Scarpa, poupado na última rodada do Brasileiro, voltou ao time titular. Viña, de saída para a Roma, deu lugar a Renan. Com essa formação, o Palmeiras ditou o ritmo praticamente nos 90 minutos de partida.

Levou um susto no início com uma meia-bicicleta de Zampedri, que Weverton defendeu. Depois disso só deu Palmeiras no primeiro tempo. Deyverson foi o primeiro a assustar o adversário com um cabeceio que tirou tinta da trave. Na sequência, Pérez fez grande defesa em chute de Wesley e, no rebote, Deyverson acertou o travessão.

A Católica não conseguia passar para o campo de ataque. Danilo lançou Wesley que, livre, acertou a cabeça de Pérez e a bola saiu para escanteio. De tanto insistir, o gol saiu aos 36. Raphael Veiga acertou a trave e, no rebote, Marcos Rocha bateu cruzado para abrir o marcador.

O segundo tempo começou e o Palmeiras já nos primeiros minutos acertou nova bola na trave, com Renan. Talvez pela vantagem ou pelo cansaço por pressionar o adversário desde o início, o time anfitrião diminuiu o ritmo e viu a Católica começar a assustar em jogadas pelas laterais do campo.

Abel, então, fez logo três substituições de uma vez com as entradas de Dudu, Breno Lopes e Mayke. O time melhorou e logo retomou o domínio. Zé Rafael em duas oportunidades obrigou Pérez a fazer boas defesas. Quando o goleiro estava deslocado, Deyverson acertou o zagueiro.

Nos minutos finais, o treinador palmeirense mandou a campo Gabriel Veron, que voltou a jogar após três meses ausente por lesão no joelho. Ele ainda teve uma chance para ampliar o marcador, mas também parou em Pérez. Como o Palmeiras havia vencido o jogo de ida por 1 a 0, as chances desperdiçadas não fizeram diferença.

Fonte: Gaúcha/ZH
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...