Prevenção - 06/12/2018 17:49 (atualizado em 07/12/2018 10:19)

Sala de Situação orienta em caso de contato com lagartas taturanas

Coordenador da Sala fala dos riscos e orienta
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Arquivo O Líder
A Sala de Situação e Epidemiológica de Maravilha orienta a população em caso de contato com lagartas taturanas. Geralmente elas estão nas árvores e possuem pequenos espinhos em cima do corpo. Qualquer contato nessa superfície do inseto pode causar queimaduras na pele com sangramento. O coordenador da Sala de Situação, Francys Balestreri, fala sobre os sintomas. 
“Primeiro vai começar a arder o local onde encostou com um pouco de sangramento. No outro dia a pessoa fica cansada, fadiga e pode haver sangramento no nariz, ouvido, pele e boca. Depois os rins param de funcionar podendo levar à morte”, detalha o coordenador. 
O coordenar orienta que em caso de contato com qualquer inseto desses a recomendação é procurar um pronto-socorro. Conforme Balestreri, em Maravilha, agora no início do verão 2018/2019, ainda não teve acidentes com lagartas. 
Ele recomenda pintar os troncos das árvores com cal virgem para perceber a presença desses insetos. E ao encontrar um, não matar. Balestreri disse que o soro é feito com o próprio veneno das taturanas. Ao encontrar uma, a recomendação é ligar para a sala de situação no telefone 98833 7824 que uma equipe vai coletar os animais. 
 

Fonte: Cleiton Ferrasso/ WH Comunicações
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...