TRÂNSITO - 08/07/2019 11:05

OUÇA: PRF de Guaraciaba registra mais de 120 flagrantes de embriaguez ao volante no 1º semestre na região

Índice é referente aos trechos das BRs-163 e 282 atendidos pelos policiais rodoviários federais do posto de Guaraciaba
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Foto: Reprodução | Internet
Dirigir alcoolizado está entre os principais fatores de risco para a mortalidade no trânsito. Mesmo com os frequentes alertas, a mistura álcool e direção continua em alta entre muitos motoristas. Na última semana, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou um balanço alarmante dos índices já registrados no primeiro semestre de 2019 nas rodovias federais do Estado.
O balanço mostra que 2.996 motoristas foram flagrados conduzindo sob efeito de álcool. O número é 54% superior ao primeiro semestre do ano passado, quando 1.947 condutores foram flagrados dirigindo nessa condição. 
No trecho fiscalizado pelo posto da PRF em Guaraciaba, nas BRs-163 e 282, os números também assustam. De janeiro a junho, foram 127 flagrantes de motoristas sob efeito de álcool. 
Em entrevista ao Grupo WH Comunicações, o policial rodoviário federal e responsável pelo Núcleo de Comunicação Social da PRF de SC, Adriano Fiamoncini, os números são assustadores. A fiscalização, segundo ele, está mais rígida.
"Os números são alarmantes. É muita coisa para apenas seis meses. Em janeiro deste ano, assumiu a nova direção da PRF SC e foi decidido dar prioridade ao combate a embriaguez ao volante. No primeiro semestre desse ano, foram 16 mortes que tiveram causa principal motoristas dirigindo sob efeito de álcool, isso resulta em 8% dos acidentes", explica.
O policial alerta para que a sociedade auxilie na conscientização sobre os perigos de dirigir alcoolizado. Ele salienta que é preciso ter planejamento sobre o retorno para casa em ocasião de eventos. 
"É preciso que a sociedade nos ajude, principalmente as famílias, que orientem seus filhos, maridos, esposas sobre os perigos de beber e dirigir. O que as polícias pedem não é que as pessoas deixem de beber, elas podem tomar sua cervejinha, seu vinho agora no inverno, apenas façam isso com planejamento, que planejem a volta para a casa. É isso que tem que acontecer na cultura do brasileiro e que o pessoal não leva em conta", finaliza.
OUÇA:

Fonte: WH Comunicações / Camila Pompeo
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Entre em contato com a WH3
600

Rua 31 de Março, 297

Bairro São Gotardo

São Miguel do Oeste - SC

89900-000

(49) 3621 0103

Carregando...