clima - 05/08/2019 16:23 (atualizado em 06/08/2019 06:44)

Julho foi o mês mais quente registrado na história, afirma Agência europeia

Temperatura média do mês passado ficou 0,5°C mais alta que no período entre 1981 e 2000
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Julho de 2019 foi o mês mais quente da história, conforme agência europeia | Foto: Robert Michael / DPA / AFP / CP
O último mês de julho foi o mais quente do mundo desde que as temperaturas começaram a ser medidas, um pouco acima do registrado no mesmo mês de 2016, segundo dados do serviço europeu Copernicus sobre mudanças climáticas. 
“Julho é geralmente o mês mais quente do ano, mas, de acordo com nossos dados deste ano, foi o mais quente desde que as medições foram feitas”, disse o chefe do serviço, Jean-Noël Thepaut, em comunicado divulgado nesta segunda-feira. “Com a continuação das emissões de gases de efeito estufa e o impacto no aumento global das temperaturas, os recordes continuarão a ser quebrados”, acrescentou ele.
Segundo dados da Copernicus, o mês de julho de 2019 foi 0,04 °C mais quente que o mês de julho de 2016, ano do recorde anterior, marcado pela influência do fenômeno climático El Niño. A temperatura de julho de 2019 foi 0,56° C acima da média do período 1981-2000. Representa quase 1,2° C acima do nível pré-industrial, uma base de referência para especialistas em clima da ONU. 
A diferença entre julho de 2019 e julho de 2016 é tão pequena que outras organizações que coletam e analisam dados poderão chegar a outra conclusão, alertou o órgão europeu. A Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) dos Estados Unidos ainda não publicou suas conclusões sobre o mês de julho deste ano.
Recordes de temperatura na Europa 
Uma forte onda de calor provocou recordes de temperaturas em diversas cidades europeias em países como Alemanha, Holanda e Bélgica no mês passado. As máximas superaram os 40°C, em alguns locais pela primeira vez, em diversas cidades. O forte calor provocou transtornos na rede ferroviária.
Em Paris, por dois dias seguidos, houve recorde de temperatura. Enquanto em 24 de julho, a capital francesa registrou 41°C, na sexta, 25, a máxima bateu em 42,6°C. A última vez que a temperatura em Paris havia superado a marca dos 40°C tinha sido em 1947. 
Fonte: Correio do Povo
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Entre em contato com a WH3
600

Rua 31 de Março, 297

Bairro São Gotardo

São Miguel do Oeste - SC

89900-000

(49) 3621 0103

Carregando...