PREVENÇÃO - 10/09/2019 11:28 (atualizado em 10/09/2019 15:19)

OUÇA: Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio reascende importância da discussão do tema

Data é lembrada nesta terça-feira (10) em todo o mundo
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Foto: Reprodução | Internet
Medo, angústia, desespero, solidão: o que leva uma pessoa a desistir de tudo? Quais fatores influenciam? Teria dado tempo se a família soubesse da intenção de quem pôs um fim ao próprio sofrimento? Essas são algumas das questões sobre suicídio que na maioria das vezes, ficam sem respostas.
O Dia Mundial de Prevenção do Suicídio é um dia de conscientização observado no dia 10 de setembro de cada ano a fim de fornecer empenho e ação mundiais para evitar suicídios, com diversas atividades em todo o mundo desde 2003.
O suicídio, na maioria dos casos, está associado a distúrbios mentais, transtornos de personalidade, isolamento e depressão. Para debater o assunto, o Atualidades da 103FM desta terça-feira (10) conversou com a assistente social do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de São Miguel do Oeste, Ana Paula de Azevedo. 
"Esse tema é considerado um grande tabu, um tema que desafia os profissionais. Esse é um mês mais focado para falarmos sobre a prevenção, mas durante todo o ano são feitas várias ações, principalmente com os pacientes que atendemos no Caps. Os transtornos mentais estão diretamente associados, principalmente, transtornos depressivos e o transtorno bipolar", explica.
OUÇA A ENTREVISTA:
Conforme a assistente social, o Caps atende a toda a população e qualquer pessoa pode procurar o Centro ou qualquer outro órgão da rede para conversar sobre o assunto. "Recebemos, fazemos o acolhimento da pessoa, presta orientações, faz uma escuta qualificada em relação à demanda que ela traz. O acompanhamento é feito de forma multi profissional, temos na equipe técnicos de enfermagem, assistente social, psicologo, enfermeira, pedagoga, médica psiquiatra. Fazemos o atendimento de forma grupal, são grupos terapêuticos voltados à saúde mental", explica.
Ana Paula salienta que é importante estar atento aos sinais que as pessoas de nossa convivência emitem e que podem ser fortes indicativos de um ideal suicida. "Importante frisar que existem múltiplas determinações para tentativa suicida, mas o importante é prestar atenção nos sinais que a pessoa que você convive está emitindo, sentimento de desvalia, desmotivação, mudanças bruscas no comportamento, não se pode considerar um ato isolado, tem que ser levado em consideração todo o contexto", menciona. 
CONVERSE SOBRE O ASSUNTO
O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias. O número para contato é o 188, mas você também pode entrar em contato por meio do site do CVV clicando aqui.
PROGRAMAÇÃO EM SÃO MIGUEL DO OESTE
✅14/09 - 8h às 12h: Evento na praça Walnir Bottaro Daniel, organizado pelas equipes da Secretaria de Saúde e CAPS, com o apoio do CVV, Unoesc e outros.
✅18/09 - Palestra para funcionários da JBS (Fábrica de Rações);
✅19/09 - Palestra para a população do bairro São Sebastião;
✅24
Fonte: Camila Pompeo | WH Comunicações
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Entre em contato com a WH3
600

Rua 31 de Março, 297

Bairro São Gotardo

São Miguel do Oeste - SC

89900-000

(49) 3621 0103

Carregando...