SANTA CATARINA - 11/09/2019 09:41 (atualizado em 11/09/2019 11:34)

Funcionários dos Correios paralisam atividades por tempo indeterminado em SC

A reportagem do Grupo WH Comunicações tentou contato com a sede de Distribuição dos Correios em São Miguel do Oeste sem sucesso. Extraoficialmente um funcionário da empresa no município informou que ainda não há indicativo de adesão ao movimento
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Assembleia Geral foi realizada na noite desta terça-feira (10) - Foto: Sintect SC/Divulgação
Os funcionários dos Correios paralisaram as atividades por tempo indeterminado em Santa Catarina a partir desta quarta-feira (11). A categoria não aceita a privatização da Estatal, nem a proposta de reajuste salarial oferecida pela empresa, de 0,8% – menor que os 3,1% da inflação acumulada em 12 meses pelo Índice de Preços ao Consumidor (INPC).  
A luta dos trabalhadores dos Correios também é contra a exclusão do Vale-Cultura, a redução do adicional de férias de 70% para 33% e o aumento da mensalidade do convênio médico e da co-participação em tratamentos de saúde e principalmente, a exclusão dos pais de planos de saúde.
Os Correios optou pela greve pois não quis adiar por mais um mês o Acordo, como propôs a Justiça do Trabalho. A decisão foi tomada em Assembleia Geral Extraordinária realizada na noite desta terça-feira (10) em Florianópolis. 
Em sua conta no facebook, o Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios (Sintect-SC) fez o chamamento dos trabalhadores catarinenses para aderirem à paralisação. “Fazer o chamado para o pessoal para o pessoal de Chapecó, Xanxerê, São Miguel do Oeste, Lages, pessoal do Planalto Norte, do Sul, do Meio-Oeste. Não há outra alternativa. A alternativa é lutar. Vai ser árduo. Não tem nada na nossa folha de pagamento que não foi com muita luta", disse um sindicalista.
A reportagem do Grupo WH Comunicações tentou contato com a sede de Distribuição dos Correios em São Miguel do Oeste sem sucesso. Extraoficialmente um funcionário da empresa no município informou que ainda não há indicativo de adesão ao movimento.  
Já a assessoria de imprensa dos Correios em Santa Catarina não informou oficialmente as cidades que aderiram e justificou que só terá a proporção da adesão à paralisação no Estado no final do dia de hoje. 
No site dos Correios, uma nota a imprensa foi publicada. Confira:
“Paralisação parcial,
Os Correios participaram de dez encontros na mesa de negociação com os representantes dos trabalhadores, quando foi apresentada a real situação econômica da estatal e propostas para o Acordo dentro das condições possíveis, considerando o prejuízo acumulado na ordem de R$ 3 bilhões. Mas as federações, no entanto, expuseram propostas que superam até mesmo o faturamento anual da empresa, algo insustentável para o projeto de reequilíbrio financeiro em curso pela empresa.
No momento, o principal compromisso da direção dos Correios é conferir à sociedade uma empresa sustentável. Por isso, a estatal conta com os empregados no trabalho de recuperação financeira da empresa e no atendimento à população.”

Fonte: Camila Pompeo | WH Comunicações
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Entre em contato com a WH3
600

Rua 31 de Março, 297

Bairro São Gotardo

São Miguel do Oeste - SC

89900-000

(49) 3621 0103

Carregando...