SOBRE DENÚNCIA - 13/09/2019 10:37 (atualizado em 13/09/2019 11:36)

"É uma politicagem", diz prefeito de Descanso sobre nova denúncia aceita pelo Legislativo

Durante coletiva de imprensa, Bonamigo disse entender que a abertura do novo processo tem o interesse de “derrubá-lo” e atrapalhar o bom andamento das ações do governo
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!

O prefeito de Descanso Sadi Bonamigo (PT) reuniu a imprensa em seu gabinete na manhã desta sexta-feira (13), onde se pronunciou acerca da nova denúncia aceita pelo Poder Legislativo e que voltará a analisar o processo de cassação contra ele. O caso é o do Sêmen Bovino onde, em 2017, o Ministério Público denunciou suposta fraude em que apenas uma empresa teria participado do processo licitatório com valor superfaturado, acima do valor de mercado.

Foto: Marcos Lewe / Rádio 103 FM

A nova denúncia foi apresentada por um membro da comunidade e aceita pela maioria dos vereadores durante sessão na noite desta quinta-feira (12). Votaram contrários ao recebimento da denúncia apenas dois edis: Edenilson Slaviero e Mário Pissaia, ambos do PT. 

Durante a coletiva, Bonamigo disse entender que a abertura do novo processo tem o interesse de “derrubá-lo” e atrapalhar o bom andamento das ações do governo. O prefeito definiu como “politicagem” a aceitação da denúncia.

“Tá tudo muito estranho, tá tudo muito rápido e é a população que vai pagar caro por isso. A Câmara de Vereadores, no meu ponto de vista, são vários partidos, várias pessoas que tem só um caminho, derrubar o prefeito para voltar a fazer as maracutaias do passado. Não vou, em momento algum me frustrar, já reuni a equipe, vou continuar fazendo o melhor mas também não posso correr o risco de perder o mandato que o povo nos deu, por politicagem”, argumenta.

O chefe do Executivo destacou que tem agenda em Brasília na semana que vem e no Congresso de Prefeitos da FECAM, na outra. Ele justificou que manterá os compromissos e que não irá “se esconder”.

“Não vou me esconder. Vou continuar buscando recursos, já tenho passagem comprada para Brasília, vou pra lá na segunda-feira, entregar ofícios para oito deputados e dois senadores de SC e que queremos cobrar para poder melhorar a vida dos descansenses. Na próxima semana teremos o Congresso dos Prefeitos da FECAM, teremos vários representantes da administração e vamos buscar mais subsídios para nos qualificar cada vez mais e trazer retorno para a municipalidade. Não tenho medo e nem vergonha de andar na rua, vou andar de cabeça erguida”, justifica.

O prefeito disse ainda ter compromisso com a administração e que só será “impossibilitado de trabalhar se for por politicagem”. Bonamigo também lembrou o arquivamento do mesmo processo em 2017. “Em 2017, em dezembro, através de uma liminar, conseguimos impedir a votação do processo de cassação. Naquele momento, por recurso de prazo, o juízo definiu o arquivamento do processo. A Câmara está bem orientada por pessoas para poder cassar o prefeito, mas não tenho medo. É uma politicagem que estão tentando fazer para impedir o avanço do município”, diz.

Bonamigo lamentou ter de passar mais uma vez pela mesma situação e disse que seus advogados já trabalham estudando sua defesa. "Estou com o coração na mão, a gente é de carne e osso, tem sentimento e mais uma vez ter que ficar provando a idoneidade? Quero a oportunidade de concluir meu governo e se o povo entender que eu não sirvo pra governar, o ano que vem é um ano eleitoral, e podem escolher o que for melhor pro município", finaliza.

O prefeito Sadi Bonamigo concedeu entrevista à 103FM:
VEJA MAIS IMAGENS
Fonte: Camila Pompeo | WH COMUNICAÇÕES
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Entre em contato com a WH3
600

Rua 31 de Março, 297

Bairro São Gotardo

São Miguel do Oeste - SC

89900-000

(49) 3621 0103

Carregando...