Justiça - 10/12/2019 17:26

Cartomante, atirador e mandante viram réus por tentativa de homicídio

Mulher havia procurado cartomante para fazer feitiço a fim de voltar com o ex-marido. Atirador também se envolveu no caso e por fim cartomante exigiu quantia milionária pelos serviços
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
A 1ª Vara Criminal da comarca de Chapecó aceitou denúncia contra duas mulheres e dois homens indiciados por tentativa de homicídio qualificado. O crime ocorreu em 3 de junho deste ano, no centro da cidade.

De acordo com a denúncia, a mandante do crime procurou uma cartomante em busca de reconciliação com o ex-marido, que se encontrava em novo relacionamento. Como o feitiço - que custou cerca de R$ 300 mil - não deu certo, a cartomante propôs o homicídio da atual companheira do homem. Um atirador foi contratado para executar o crime e recebeu a orientação de simular um latrocínio.

Três disparos atingiram a cabeça da vítima, que foi socorrida a tempo de se recuperar. A cartomante, então, exigiu mais dinheiro da mandante, a fim de sair da cidade com o marido, que ainda se encontra foragido. Sob ameaça de morte contra ela e o neto, a mulher entregou cheques no total de R$ 800 mil.

 A cartomante, que está presa, responde ainda por extorsão pelo fato de exigir dinheiro para garantir a própria fuga. A mandante obteve habeas corpus e por isso responderá em liberdade. Um dos homens, marido da cartomante, está foragido. O atirador, de nacionalidade paraguaia, foi preso no mesmo dia do crime e também indiciado por falsa identidade, uso de documento falso e por porte ilegal de arma de fogo com numeração raspada.​
Fonte: TJ/SC
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Entre em contato com a WH3
600

Rua 31 de Março, 297

Bairro São Gotardo

São Miguel do Oeste - SC

89900-000

(49) 3621 0103

Carregando...