CAPACITAÇÃO - 08/05/2020 14:19

Pandemia abre possibilidade de fortalecimento de marcas

Com o tom adequado ao momento, anunciantes podem sair da crise mais fortes, apostando no rádio e televisão
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!

Anunciar é preciso principalmente neste momento de pandemia da covid-19, porque agora pode ser uma oportunidade de fortalecer as marcas, que vão sair mais seguras da crise. É o que defendeu o professor e especialista em mídia, Fernando Morgado, durante live no instagram, transmitida e promovida pelo Sebrae/SC, nesta quinta-feira (7). A live foi apresentada por Raquel Amboni, da Acif.

Segundo Morgado, é preciso encontrar o tom da mensagem do anunciante, destacando o perfil de responsabilidade social da marca. E não é porque o consumo caiu que os anunciantes não precisam investir em comunicação. “Muito pelo contrário. É o momento de reforçar valores de marca. Porque, certamente, quem não fizer a sua parte, não se mostrar, por exemplo, solidário, atento e humano neste momento não terá vez nem agora e nem depois. Comunicação é a mola mestra da economia. É a força que faz a roda girar. É a comunicação que estimula o consumo e que conscientiza as pessoas. Que cria novos hábitos de consumo”. Segundo ele, “É preciso anunciar para sobreviver. E também para manter a reputação de marca que foi construída”.

Fernando Morgado destaca o importante papel desenvolvido pelo rádio e a televisão, que registrou crescimento de audiência durante a crise. Em sua percepção, os veículos mais confiáveis estão sendo valorizados pela sociedade em confinamento. “A relação que as pessoas estão tendo com a pandemia está sendo mediada pelos veículos de comunicação, como o rádio e a televisão, que se transformaram nas janelas do mundo. E essa relação está acontecendo de forma cada vez mais intensa”.

Para o professor, o mercado oferece comunicação para todos os bolsos. E neste momento de crise, as emissoras de rádio e televisão estão abertas ao diálogo. “As emissoras estão disponíveis para conversar e ajudar. Para ouvir os desafios e responder à demanda da melhor forma possível. Tanto em termos de formato de anúncio como de preço".

Ao fim da pandemia, o palestrante acredita que anunciantes e veículos de comunicação precisarão se adaptar a uma nova forma de relacionamento da sociedade e do consumo. “Comunicação vai ser cada vez mais integrada. Todos os meios sobreviverão. É a tv com o rádio. O rádio com a internet. Assim você consegue, de fato, atingir as pessoas. Não é um ou outro. É um e outro. E também tem a ver com as emissoras que devem cada vez mais oferecer soluções integradas. Desta forma, a gente consegue entrar na rotina das pessoas mais forte”.

CONFIRA A ÍNTEGRA DA LIVE SEBRAE/SC

Fonte: Acaert
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Entre em contato com a WH3
600

Rua 31 de Março, 297

Bairro São Gotardo

São Miguel do Oeste - SC

89900-000

(49) 3621 0103

Carregando...