APREENSÃO MASSIVA - 18/04/2021 11:18

Polícia apreende R$ 4 milhões durante investigação de homicídio em SC

O valor se dividia entre dólares, euros e reais
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Foto: Polícia Civil 

Cerca de R$ 4 milhões em dinheiro, entre dólares, euros e reais, foram localizados pela Polícia Civil durante uma investigação de homicídio em Santa Catarina. O valor foi encontrado na sexta-feira (16), em Porto Belo, no litoral Norte de Santa Catarina. 

De acordo com a Polícia Civil, a investigação iniciou após o crime – que aconteceu por volta das 14h48 de sexta-feira, em via pública, em um posto de combustíveis. O homem, de 52 anos, foi atingido com diversos disparos de arma de fogo e faleceu no local.

Ao tomar conhecimento do crime, a Polícia Civil se deslocou ao local do crime. Em conversas com familiares da vítima, policiais militares e populares que estavam no local, a Polícia Civil verificou que logo após o homicídio, um familiar da vítima retirou uma pochete do carro em que a vítima estava. Segundo a Polícia Civil, ao ser indagado, o homem confirmou ter pego o objeto, mas se negou a entregá-lo. 

O aparelho celular da vítima foi apreendido. Em consulta nos sistemas policiais, foi confirmado que a  vítima já havia cumprido pena por tráfico de drogas. Outros dois familiares dele, que estavam no local, também haviam sido presos pelo mesmo crime, apontou a Polícia Civil.

Em posse de um mandado de busca e apreensão, policiais civis e militares foram até a residência da vítima. Ao chegarem no local, eles flagraram o parente da vítima que estava no local do crime enquanto ele saía da residência. Ele foi abordado e foram encontrados com ele uma pistola .380 municiada, a pochete, telefones celulares, bolsas e uma mala com reais e dólares.

Os policiais civis contaram o dinheiro da apreensão por mais de três horas; Foram apreendidos, entre dólares, euro e reais, a quantia de 4.130.000,00 (quatro milhões, cento e trinta mil reais).

Diante da apreensão, o homem que estava na posse dos objetos, de 21 anos, foi preso em flagrante pelos crimes de fraude processual e porte ilegal de arma de fogo. Um inquérito policial será instaurado para investigar lavagem de dinheiro.
A Polícia Civil informou que,  de acordo com as informações obtidas até o momento, a suspeita é que o crime de homicídio teria ocorrido por acerto de contas relacionado ao tráfico de drogas. As investigações continuam para apurar a autoria do homicídio e a origem dos valores apreendidos.

Fonte: CLICRDC
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Entre em contato com a WH3
600

Rua 31 de Março, 297

Bairro São Gotardo

São Miguel do Oeste - SC

89900-000

(49) 3621 0103

Carregando...