BUSCANDO O PESSOAL - 18/04/2021 11:28

SC faz busca de pessoas que perderam prazo para segunda dose

Secretária de Saúde de Santa Catarina destacou que uma das principais preocupações da pasta é completar o ciclo vacinal das pessoas
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
A secretária de Saúde de Santa Catarina, Carmen Zanotto, destacou que uma das atuais preocupações da etapa de vacinação é realizar uma busca ativa das pessoas que perderam o prazo para receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19.
Em entrevista ao Grupo ND, na última sexta-feira (17), Carmen Zanotto destacou a importância de alertar os grupos prioritários de voltar para receber o reforço vacinal.
“Eu tenho comparado com um jogo que tem dois tempos. Ganhamos o primeiro tempo, mas na volta perdemos o jogo porque não entramos em campo. É necessário lembrar da segunda dose para que a imunização não seja menor”, explicou a secretária.
Para isso, a secretária informou que as equipes de saúde estão realizando a busca ativa entrando em contato com o paciente e, caso não seja possível encontrá-lo, ir até o endereço de residência.
“Precisamos saber se ainda está ali, fazer o relatório para comunicar que ali já foram imunizados ou se querem receber a vacina. Mas precisamos fazer isso para, se necessário, liberar a dose para um outro grupo prioritário”, detalhou.
A reportagem do ND+ entrou em contato com a SES (Secretaria de Estado da Saúde) para buscar detalhes da taxa de pessoas que passaram do prazo para receber a segunda dose da vacina, mas ainda não recebeu retorno até a publicação da reportagem.
Um levantamento publicado no dia 13/4 mostrava que 44.184 moradores não estavam em dia com a segunda dose da vacina contra a Covid-19 em SC. O levantamento faz parte de uma lista divulgada pelo Ministério da Saúde.
Florianópolis realiza busca ativa
Conforme a Prefeitura de Florianópolis, o movimento de entrar em contato com as pessoas e, caso necessário, ir até o endereço de residência também está sendo realizado. Até a última sexta-feira (17), 799 idosos não voltaram para receber o reforço vacinal.
Vale ressaltar que o intervalo entre as doses da vacina Astrazeneca/Fiocruz é 12 semanas, ou seja, três meses. Já a da Coronavac/Butantan é de três semanas.

Fonte: ND mais - notícia do dia
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Entre em contato com a WH3
600

Rua 31 de Março, 297

Bairro São Gotardo

São Miguel do Oeste - SC

89900-000

(49) 3621 0103

Carregando...