ALTA DO FILHO - 16/05/2021 15:49

Mãe de trigêmeos que venceu a Covid-19 em SC comemora alta do filho: ‘felicidade completa’

Théo, irmão gêmeo de Alice e Manuela, voltou para casa em Maravilha, no Oeste catarinense, depois de 81 dias de internação
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Foto: Arquivo Pessoal/Reprodução
A família de Caroline Grimaldi Gotardo, de 39 anos, e o marido Irno José Gotardo, 43 anos, ficou completa. Depois de 81 dias de internação, o pequeno Théo, irmão gêmeo de Alice e Manuela, recebeu alta na manhã deste domingo (16).
No dia 5 de maio o menino havia sido transferido do HRO (Hospital Regional do Oeste), em Chapecó, para o Hospital São José, em Maravilha, município em que vive a família. Mais perto da mãe, Théo precisava aprender a mamar para receber alta e neste domingo voltou para a casa.
Os trigêmeos Alice, Manuela e Theo nasceram no dia 24 de fevereiro em Chapecó. Um dia depois a mãe precisou ser intubada em decorrência de complicações da Covid-19.
Depois de passar 21 dias internada a mãe recebeu alta, mas precisou voltar para casa sem os filhos, que permaneceram internados na UTI Neonatal do HRO. Alice e Manuela já haviam recebido alta e aguardavam a volta do irmão para casa.
“Felicidade completa. Uma gratidão enorme, até que enfim chegou nosso grande dia”, disse a mãe emocionada com a chegada do filho em casa.
Relembre a história
Caroline e Irno já são pais de outros três filhos: Gustavo Grimaldi Gotardo, de 16 anos, Giovana Grimaldi Gotardo, de 11 anos e Ana Lívia Grimaldi Gotardo, de pouco mais de 1 ano de idade, mas em agosto de 2020 descobriram que a família iria aumentar.
O casal teve uma surpresa ao descobrir que Caroline estava grávida de trigêmeos. Por ser uma gravidez de risco, a mãe era acompanhada de perto para garantir a segurança dela e dos bebês. Quando completou 27 semanas, ela foi internada no HRO para verificar se estava tudo bem com os bebês.
Uma semana depois foi liberada, uma vez que com a superlotação nos hospitais, a intenção era manter a mãe segura. Na semana seguinte Caroline retornou para casa e no outro dia apresentou febre, dor de garganta, tontura e falta de ar.
Ela e o esposo foram procurar atendimento em Maravilha. O exame para Covid-19 foi realizado e deu positivo, além dela, apenas a pequena Ana Lívia testou positivo, mas em dois dias se recuperou bem. Com 30 semanas a mãe foi internada novamente e os trigêmeos nasceram prematuros, mas todos se recuperaram bem e agora estão juntos em casa.

Fonte: ND mais - notícia do dia
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Entre em contato com a WH3
600

Rua 31 de Março, 297

Bairro São Gotardo

São Miguel do Oeste - SC

89900-000

(49) 3621 0103

Carregando...