MARAVILHA - 06/07/2020 20:56 (atualizado em 07/07/2020 11:16)

Servidores da prefeitura respondem questionamentos sobre construção de novas pontes no Rio Iracema

Engenheiro destaca que a elaboração do projeto das duas pontes nesta primeira etapa (das avenidas Orlando Zawadzki e Sul Brasil) é baseado no estudo hidrológico e hidrodinâmico do rio
Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Nova ponte da Avenida Orlando Zawasdcki (Foto: Arquivo WH Comunicações) 
Em sessão da Câmara de Vereadores de Maravilha na noite desta segunda-feira (6) o engenheiro da prefeitura, Jorge Dummer e o diretor de Planejamento Urbano, Berlin Marcos Felippin, responderam a questionamentos dos vereadores sobre o andamento das obras no Rio Iracema. A participação dos servidores do Executivo na sessão foi solicitada através de requerimento, de autoria do presidente do Legislativo, Natalino Prante, que questionou a elaboração do projeto para construção da nova ponte da Avenida Orlando Zawadzki. 

No requerimento, Prante questiona a elaboração do projeto da ponte que ficou com seis metros a menos de largura, num comparativo com a avenida. Iniciando a fala, Felippin destacou que a construção da ponte faz parte da obra de aprofundamento e canalização do Rio Iracema, a qual tem o objetivo de evitar enchentes na cidade, a exemplo do episódio que causou prejuízos históricos em 2015. Ele explicou que devido ao montante total necessário para executar a obra (cerca de R$ 27 milhões, conforme orçamento inicial), o projeto foi dividido em três etapas, sendo que a primeira está em andamento, com investimento médio de R$ 6,9 milhões. 

Dummer reforçou que a elaboração do projeto das duas pontes nesta primeira etapa (das avenidas Orlando Zawadzki e Sul Brasil) é baseado no estudo hidrológico e hidrodinâmico do rio. Ele destaca que todo investimento levou em conta o custo benefício da obra e tem como objetivo atender a necessidade estabelecida nos estudos direcionados ao aprofundamento e canalização do rio, para evitar novas enchentes. 

Dummer ainda esclareceu que a ponte na Avenida Orlando Zawadzki, com seis metros a menos que a avenida, não teve o fluxo de veículos e pedestre comprometido. Ele reforça que a largura das faixas de rolamento seguem o padrão da via, não havendo estreitamento ou desvio, eliminado apenas espaço de canteiro e estacionamento presentes na avenida. Sobre o acesso de pedestres, o engenheiro ainda destaca que nos próximos dias serão finalizados os passeios públicos, deixando a estrutura adequada conforme normas de acessibilidade. 

Sobre a ponte na Avenida Sul Brasil, Dummer disse que a nova estrutura deve seguir a largura atual da via, que é de 20 metros. A largura será mantida devido a obstáculos no entorno da ponte, o que praticamente impossibilita uma ampliação futura, em caso de haver tal necessidade. 

A obra é executa da empresa Gaia Rodovias e devidamente fiscalizada por equipe técnica da prefeitura. Sobre o andamento da obra no Rio Iracema, Dummer diz que o trabalho deve ser concluído nos próximos meses. 

Leia também: Em sessão ordinária, vereadores de Maravilha aprovam isenção de taxas para regularização de construções irregulares


Fonte: Jornal O Líder/Carine Arenhardt/WH Comunicações
Publicidade
Publicidade
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...