viva bem - 12/07/2019 14:27

Pneumonia na Infância

Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Alan Luis Rhoden – CRM 27.330/SC RQE 17651/SC

Com a chegada dos meses frios aumenta a incidência das doenças respiratórias. Entre estas, se destaca a pneumonia, por ser muito frequente e com chance de se tornar grave, principalmente em crianças menores. A pneumonia é a infecção do pulmão, causada na maioria das vezes por vírus ou bactéria. 

Tosse, febre, dificuldade para respirar, frequência respiratória aumentada, dor no peito ou na barriga são alguns dos sintomas mais frequentes e que levantam suspeita de pneumonia. O diagnóstico é realizado pelo médico através da história, exame físico e, por vezes, é solicitado raio-x do pulmão.  O tratamento depende da causa. Se for bacteriana será com antibiótico. Caso seja viral, com medicamentos para febre e desconforto, os chamados sintomáticos. 

As crianças são mais suscetíveis às pneumonias, pois ainda não possuem imunidade totalmente formada, devido a não exposição anterior aos germes e ao calendário vacinal não completo. 

Quando devo levar meu filho para consultar um médico? 

Se você suspeitar que seu filho está com pneumonia, é necessário levar ao médico. Lembrando que, sempre que possível, marcar consulta em Posto de Saúde ou com médico ambulatorial, sendo este de preferência o pediatra. Somente ir para pronto-socorro se houver sinais de gravidade.

Quais são os sinais de gravidade? 

Febre alta que não cede com remédios ou por mais de 3 dias, sonolência ou cansaço excessivos, irritabilidade, gemência, pausas respiratórias, pele azulada ou muito pálida, vômitos de repetição.

Meu filho está com pneumonia, é necessário internar no hospital? 

Não. A internação está indicada somente para crianças com doença mais grave. É realizada quando há muito esforço para respirar, necessidade de uso de oxigênio, complicações como o acúmulo de líquido no pulmão, vômitos que impeçam uso de remédios pela boca, crianças muito pequenas ou com doenças crônicas.

Quais os cuidados que devo ter enquanto meu filho está em tratamento em casa? 

Fazer uso dos remédios nos horários conforme prescrito pelo médico, oferecer líquidos em abundância, oferecer alimentação fracionada (menos quantidade em menor espaço de tempo), se em aleitamento materno exclusivo oferecer o seio mais vezes, deixar o ambiente propício para o descanso. 

Como faço para meu filho não ter pneumonia? 

O aleitamento materno é o grande aliado na prevenção de doenças, incluindo a pneumonia. Portanto, deve ser exclusivo até os 6 meses e mantido pelo menos até os 2 anos de idade.  Manter as vacinas em dia, uma vez que a maioria das bactérias que causam pneumonia estão presentes nas vacinas ofertadas pelo Posto de Saúde. Fazer anualmente a vacina da gripe. Também auxiliam: lavar as mãos várias vezes ao dia, fazer uso de álcool gel nas mãos, evitar ambientes fechados com presença de muitas pessoas, manter-se agasalhado adequadamente, não fumar perto das crianças, beber bastante água e ter uma alimentação balanceada com ingestão de frutas e verduras. Por fim, retirar a criança da creche ou escola enquanto doente.   

Alan Luis Rhoden – CRM 27.330/SC RQE 17651/SC
Médico pediatra do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso de São Miguel do Oeste 
Diretora técnica - Katia Bugs - CRM 10375
Fonte: Ascom Hospital Regional
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...