VIVA BEM - 04/05/2022 16:21

MAIO AMARELO: 90% dos acidentes de trânsito ocorrem por imprudência

Comente agora!
Recomendar correção
Obrigado pela colaboração!
Soldado Alyson Henrique Becker - Policial Militar Rodoviário de Santa Catarina / Divulgação

O Movimento Maio Amarelo nasceu com o propósito de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo, e atualmente conta com o apoio de 27 países com o objetivo de efetuar uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil, colocando em pauta a segurança viária, sendo que nesse ano de 2022, o tema da campanha é “Juntos Salvamos Vidas”.

Saiba mais:

Veja todas as matérias do Viva Bem

Objetiva-se a conscientização, educação e reflexão das atitudes tomadas diuturnamente no trânsito, para que se tenha o respeito e responsabilidade nas condutas realizadas.

Infelizmente, o trânsito ainda é palco para muitas tragédias, ceifando vidas e deixando muitas pessoas com problemas físicos e psicológicos graves, além dos demais prejuízos emocionais que os familiares são acometidos.

Dessa forma, para se chegar à raiz do problema, faz-se necessário observar as causas dos acidentes. Não raras às vezes nota-se usuários da via pública dando a culpa pelos infortúnios aos órgãos públicos, agentes de trânsito, bem como a outros usuários da via, e acaba-se esquecendo de analisar suas próprias condutas diárias.

É lamentável que aproximadamente 90% dos acidentes de trânsito são ocasionados em razão da falha humana, ou seja, em razão da imprudência no trânsito. E entre as campeãs estão à falta de atenção, em especial pelo uso do celular, velocidade incompatível com o trecho aonde transita, ingestão de bebida alcoólica, não guardar distância do veículo à frente e ultrapassagens indevidas. Não obstante, situações de não utilização do cinto de segurança, por exemplo, muito embora não seja uma causa em si para o acidente, é um importante fator a ser observado, tendo em vista que, a sua não utilização acaba aumentando a probabilidade de sofrer danos de maior gravidade ou óbitos, quando em acidentes de trânsito.

Colaborando com a temática, a palavra respeitar possui diversos significados admiráveis, porém percebe-se que muitos usuários da via pública esquecem o que é ter respeito.

A referência ao respeito, não é tão somente quanto à legislação de trânsito, que, diga-se de passagem, é muito importante. Refere-se também ao respeito às pessoas e a si próprio, nas grandes e pequenas atitudes.

De fato, por exemplo, não usar o cinto de segurança gera infração de trânsito, mas isso deveria estar já consolidado nas atitudes dos ocupantes dos veículos, uma vez que ao trafegar na via, a sua utilização é obrigatória não tão somente por que gerará uma consequência econômica, mas especialmente em virtude de que é para a segurança dos ocupantes do veículo.

Desse modo o amigo leitor, entende-se que não se trata de respeito por temor a levar uma multa, mas que se deve respeitar em prol da segurança de si e dos demais usuários da via pública. Aliás, sempre é bom lembrar que vivemos em uma sociedade, e por isso, além de sermos detentores de direitos, possuímos diversas obrigações. 

Assim, a partir do momento em que se ingere bebida alcoólica e assume a direção do veículo ou faz uma ultrapassagem indevida, não se está apenas desrespeitando a legislação de trânsito, mas também se está desrespeitando a si próprio e as pessoas que estão sendo colocadas em risco a sofrer danos irreparáveis com a conduta imprudente.

Nessa esteira, corroborando com o tema desse ano do Maio Amarelo, é com o respeito de todos que “Juntos Salvamos Vidas”.

Hospital Regional Terezinha Gaio Basso de São Miguel do Oeste

Soldado Alyson Henrique Becker - Policial Militar Rodoviário de Santa Catarina                                                                  Diretora técnica - Katia Bugs – médica - CRM 10375 – Nefrologista - RQE 5333

Fonte: Ascom Hospital Regional
Nenhum comentário enviado
:
Cadastro WH3
Clique aqui para se cadastrar
Carregando...